domingo, 28 de dezembro de 2014

À Espera de 2015 - Rapidinhas


Voltando à programação normal, alguns pitacos sobre diversos assuntos:
1- Se um dia KOF ter popularidade suficiente para que seja realizada algo no tipo da Capcom Cup, com uma "Snk Cup" um dia, e ela não for realizada na Ásia, espero que ela seja realizada na América Latina, onde a cena do game é muito forte, mais forte inclusive que nos EUA. Poderiam fazer o torneio no Brasil ou no México, provavelmente dariai a preferência ao último pela proximidade com os EUA.
2- Será que a Arc System Works está agindo corretamente em lançar 3 air dashers em pouco tempo, um de cada uma de suas séries principais? Primeiro Persona Ultimax, depois Guilty Gear Xrd, e no primeiro semestre do ano que vem, BlazBlue Chrono Phantasma Extended. Os jogos podem acabar "se matando" entre si(me lembro de um fliperama do pai de um amigo meu na era de ouro e tinha geralmente 2 ou 3 máquinas, ele sempre botava pelo menos uma máquina que não fosse de luta para que elas "não se matassem" entre elas), e, infelizmente, talvez apenas um dos 3 jogos garanta presença na EVO 2015.
3- Botar NLBC na noite de Natal? Que vício! Mas, sinceramente, que se gostam do game tem mais é que jogar mesmo, ainda mais que não tem nada que preste na TV durante Natal e Ano Novo. Foi um encerramento com chave de ouro das super-quartas de 2014, que na maioria das semanas, para quem consegue acompanhar tudo, tem NLBC, futebol na Globo e WNF.
4- Santa Catarina não quer apenas dominar o futebol brasileiro. O estado agora quer mandar também no automobilismo mundial, planejando sediar a partir de 2016 o GP do Mercosul.
5- A Libertadores parece que foi feita apenas para times grandes. Quando um time pequeno se classifica para disputá-la, independentemente de ir bem ou não nela, posteriormente ele fica em frangalhos e ao final da temporada é rebaixado no Brasileirão. Foi assim, por exemplo, com Paraná em 2007, Sport em 2009, e aconteceu de novo neste 2014 com o Botafogo.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Aventuras em Motávia Temporada 1 - Personagens



Grupo de Resistência de Passeio(capital de Motávia)

Rolf Landale: Objeto de desejo de 11 entre 10 motavianas, que o consideram belo, sedutor e charmoso; este jovem guerreiro está para se casar com Nei, o que causa muita inveja entre suas fãs espalhadas em fãs-clubes locais e na internet pelo mundo. É o guerreiro mais forte do Grupo de Resistência, sendo temido por muitos, inclusive os líderes do Governo de Motávia e da Aliança Religiosa. Traficantes tentaram corrompê-lo, mas seu senso de justiça o impede de fazer o mal em qualquer circunstância. Além das fãs, é bastante assediado por comunidades LGBT de Motávia. É decidido, honesto, justo e jamais desiste de seus objetivos. Perdeu os pais quando criança num obscuro acidente de avião. É descendente da lendária heróina Alis Landale, que salvou Motávia tempos atrás ao lado do Gato Musgo Myau, do guerreiro Odin e do Mago Lutz. É um guerreiro versátil.

Dra. Amy Sage: Doutora jovem e bonita, filha de um japonês com uma motaviana, é uma profissional muito bem-sucedida, principalmente após abrir em parceria com o Dr. Nicolau uma rede de postos de saúde para atender os mais necessitados que não podem pagar por tratamentos médicos caríssimos nos hospitais convencionais de Motávia e clínicas particulares. Porém, é no fundo uma pessoa bastante amargurada em função de suas decepções amorosas. Seu amor de adolescência foi um homossexual que morreu de Aids, foi usada como objeto pelo jogador de futebol Antônio Brito, que é apontado por muitos com o pai do filho de Amy, Anthony, e foi abandonada no altar pelo biólogo Hugh Thompson, que se revelou ser homossexual. Mas o coração dela está prestes a ser preenchido por um novo amor. Seu gosto musical é duvidoso, e chega a ser bem tiete de seus ídolos quando tem oportunidade. É capaz de dar sua vida por seus entes queridos.

Rudolf Steiner: Policial experiente, que teve sua esposa e filha assassinados anos atrás, o que o fez desistir da profissão e pensar até em suicídio. Tempos depois, foi convidado por Rolf e pelo Governador de Passeio a integrar o grupo de resistência de Passeio, e desde então voltou à ativa e desenvolveu uma amizade com Rolf. Porém, como tudo tem um preço, Rudo perdeu a amizade do agora traficante Darum. É o mais velho da turma e nasceu na Alemanha. Adora cervejas, e sua marca preferida é a Duff. Gosta de armamento pesado.

Nei: Ainda pequena, teve seus pais assassinados por um grupo de traficantes que incendiaram a casa onde ela morava com eles. Após o triste acontecimento, foi adotada por Rolf, que, apesar de bem jovem na época, já era independente. Com o passado em comum de terem perdido seus pais e uma convivência no dia-a-dia harmoniosa, estabeleceram-se fortes laços de amizade entre os dois, que com o tempo floresceram para amor, e já estão até com o casamento marcado. Tem reflexos ágeis como um animal e tem ataque mortais com suas garras. Se preciso, dará sua vida por Rolf.

Kain Ji An: Um argentino tapado que sempre quis mexer com mecânica e tecnologia, mas como sempre quebrava tudo em que tocava, resolveu se tornar um destruidor de profissional de equipamentos que envolvem conhecimentos de mecânica e informática, se tornando um temível hacker. Não ainda muito ao lado de seus companheiros, pois gasta a maior parte de seu tempo flertando com mulheres, sem sucesso, levando foras inclusive de garotas fáceis como Shir. Dizem que ele tem uma paixão platônica por Nei. Acha Maradona melhor que Pelé.

Shir Gold: Uma jovem riquíssima nascida na Irlanda que sempre foi mimada pelos pais. Porém, o desejo de a viver independente deles a fez fugir da casa, e vive roubando por diversão em Motávia. Vive nas sombras do resto da turma em função disso, mas no fundo tem um coração de ouro. Por querer ser independente, ela nem pensa em se envolver com um homem e é ninfomaníaca. Seu sonho de consumo é Rolf. É fogosa e, se tomar um toco de um homem, o considerará homossexual.

O'Connor: Governador de Passeio. Um dos poucos políticos honestos do país, é quem dá suporte integral a nossos heróis.

Adena: Responsável pela biblioteca de Passeio, cujo acervo contém livros com conteúdo exclusivo para nossos heróis.

Dr. Nicolau: Um experiente e bondoso médico que aceitou auxiliar Amy em sua busca de possibilitar saúde para todos com sua rede de postos públicos.

Élson: Gari de Passeio. Tem um bom relacionamento com todos do grupo de resistência de Passeio. Vai para o trabalho em um 247 lotado.

Vovô dos Clones: Ninguém sabe seu verdadeiro nome. Cuida do secreto laboratório de clones de Passeio. Amigo de Amy.

Heróis independentes

Gryz: Motaviano nativo, fanático por futebol, após anos de dificuldade trabalhando nos minérios de Titânio na Vila de Tonoe, finalmente tem a chance de dar uma vida melhor para sua irmãzinha Pana ao conseguir emprego como comentarista da Motávia TV para comentar os principais jogos transmitidos do Campeonato Motaviano de Futebol. Em batalhas, é um guerreiro limitado, porém muito raçudo e vigoroso, contando sempre com seu machado de Lacônia como aliado. Odeia a CKB, já que foram os responsáveis pelo assassinato de Vovô Dorin. Também jura vingança contra a Aliança Religiosa, pois tem certeza de que Zio assassinou seus pais na destruição de Molcum. Por ser motaviano nativo, sofre bastante preconceito de algumas pessoas. Namora Luana, que é tão viciada em futebol quanto ele.

Demi: Amante de veículos e armas de fogo. Tem dificuldades de conseguir emprego fixo, sobrevive de bicos.

Hugh Thompson: Biólogo muito inteligente que sempre foi amado por Cristina, porém ele supostamente amava outra: Amy. Porém, revelou ser homossexual após abandonar Amy no altar. Seu paradeiro hoje é desconhecido, sabe-se apenas que ele fugiu do país para viver feliz ao lado de seu amado. Foi responsável pelo fim da amizade entre Amy e Cristina.

Anna Zirski: Guerreira russa amante do perigo constante, vive viajando pelo mundo como caça-prêmios. Ajuda esporadicamente o Grupo de Resistência de Motávia e tem uma rivalidade com Alys. Fechou seu coração após tomar um toco traumatizante de Rolf, hoje seu amigo. Usa dois bumerangues afiadíssimos capazes até de danificar a armadura Metaltex, de Jaspion.

Rune Walsh: Mago misterioso, arrogante e poderosíssimo oriundo de Dezóris. É a quinta reencarnação do lendário mago Lutz, aliado da não menos famosa Alis Landale no passado.

Associação de Caçadores

Alys Brangwin: Famosa guerreira que é um dos principais destaques da Associação dos Caçadores, da qual é símbolo e uma das líderes. Apelidada como "guerreira dos 8 ataques", é uma guerreira durona e bastante técnica, apesar de não ter bumerangues tão afiados como os de sua rival Anna. Tem uma boa parcela da fãs. É mãe solteira, anos atrás ela se envolveu com Rune, por quem é apaixonada até hoje, e do affair, nasceu Julius, que tem como babá o seu filho adotivo Chaz. Tem diversos contratempos com sua "nora" Rika, mas no fundo faz isso porque gosta muito dela, além de treinar Chaz arduamente visando o futuro. Não têm papas na língua e não respeita ninguém(nem Rolf), exceto Rune e Mito. Sua casa é um point conhecido da cidade de Aiedo. É a freguesa número 1 do Hipermercado de Aiedo.

Chaz Ashley: Ex-delinquente que viva nas ruas até ser adota por Alys. Apesar de ser muito fraco e lento, no fundo Alys o considera como o promessa capaz até de superar Rolf. Casou-se bem jovem com sua amada Rika, que está grávida de seu primeiro filho. Ao lado de Rika, cuida da padaria antes pertencente à Seu Manuel, que estava sem dono após a perda da sanidade de Cristina.

Rika: Garota que faz parte da Associação dos Caçadores, mas no momento está afastada por estar grávida de seu primeiro filho com ele.

Macgaren: Depois de expulso da CKB por ser considerado fraco demais para ser um dos combatentes principais de Kya, tenta ganhar a vida ganhando uns trocados fazendo trabalhos para a Associação de Caçadores. Seu sonho é construir o Império dos Monstros e matar aquele que roubava as mulheres que tentava conquistar desde os tempos de escola: Jaspion. Assassinou Seu Manuel, o dono da padaria de Aiedo, e tentou matar Amy no dia em que ela foi rejeitada por Hugh no altar. Porém ele foi espancado por um misterioso justiceiro e em função disso e ficou à beira da morte, sobrevivendo graças à compaixão da bondosa Amy.

Rickson: Caçador com elevada força física que se utiliza de poderosas correntes para derrotar seus oponentes.

Aliança Religiosa

Reverendo Earth: Líder da Aliança Religiosa em Motávia. Rezam as lendas que ele rapta jovens garotas para realizar lavagem cerebral nelas. Tem a posse do Al Selin, miterioso líquido capaz de reviver os mortos, com a limitação de que só pode ser utilizado uma única vez no mesmo DNA.

Zio: Segundo em comando na Aliança Religiosa em Motávia e principal pregador dos preceitos da IUIP - Igreja Universal do Império de Deus. Utiliza-se da religião para alienar vários motavianos e colocá-los contra quem bem entender. Dizem que vendeu a alma para o demônio e possui a temível "Onda Negra", um ataque que faz o atingido ter uma morte lenta e dolorosa, com seu sangue sendo lentamente contaminado pelas forças do mal, cujo antídoto é escasso e difícil de ser encontrado. Sua base fica em Kadary.

Juza: Capacho de Zio. Não é muito poderoso, e ressucitou graças ao poder do Al Selin após ser morto por Macgaren em uma sangrenta batalha no Forte de Zio.

Sinjopa: Pervertido que se aliou à Zio para se divertir com as jovens raptadas por este. Luta sempre encapuzado.

Monges Mascarados: Vários seguidores da Aliança Religiosa são treinados para matar. Eles usam uma máscara com um bico de pássaro. Alguns sabem usar magia. Não são muito fortes, mas todo o cuidado é pouco, pois eles sempre lutam em grupo, e se utilizam de cimitarras venenosas para eliminar seus oponentes.

Traficantes

Darum: Chefe do tráfico em Arima. Um homem perigoso e cruel que faz de tudo para alcançar seus objetivos. É viúvo e seu ponto fraco é sua filha única Teim, a quem ele dá superproteção. Considera Jaspion marcado para morrer em suas mãos. Seu passado misterioso conecta-se com o de Rudo, seu ex-amigo.

Guilhotina: Chefe do tráfico em Mile, rival de Arima. Tem esse apelido por degolar todos que cruzam o seu caminho. Usa seu poder para colecionar mulheres, onde muitas delas se cansaram da vida urbana e foram viver no mundo do tráfico, porém sua preferida é Cristina, traficante de Nayla. Em função disso, o tráfico das duas cidades estabeleceu uma aliança após a queda do antigo líder de Nayla.

Cristina Faria: É a mulher preferida de Guilhotina, chefe de Arima, sendo parceira "oficial" dele. Cristina no passado era uma jovem normal, porém perdeu completamente a sanidade após perder Hugh para Amy. Seu ódio por Amy aumentou após a morte de seu pai, o padeiro Seu Manuel. Ao mesmo tempo, engravidou de Antônio Brito, dando à luz ao seu filho Fernando, da mesma idade do filho de Amy, Anthony. Obcecada pelo poder e sem rumo em sua vida, abandonou a padaria de seu pai e apaixonou por Guilhotina. Em troca de seu amor, ganhou o comando do tráfico de Nayla.

CKB

Kya Jura K-Eh Bishon: Comanda a CKB, empresa misteriosa, que, entre outras coisas, comanda alguns times de futebol de Motávia, entre eles o Torinthians, do vilarejo de Torinco.

Antônio Brito: Jogador de futebol, é a principal craque do campeonato motaviano de futebol. Seu salário é pago na íntegra por Kya Jura K-Eh Bishon, e ele joga no principal time patrocinado pela CKB, o Torinthians.

Baby Bonnie Hood: Esteve em Motávia em busca do Al Selin, mas falhou, sendo derrotada facilmente. Atualmente viaja pelo mundo como assassina profissional. De vez em quando tem atritos com Anna Zirski,

Wolf Lion: Fofoqueiro homossexual e acima do peso que é um mutante, tendo a capacidade de se transformar num ser metade leão, metade lobo.

Governo de Motávia

Throebs: Presidente de Motávia. Governa com mão de ferro o país, contendo aliados em todas as cidades da nação. Poucos têm coragem de se opor à ele e seus 138 guardas.

Matias/Lemadan: Braço-direito de Throebs. É um lutador que se aproxima do estilo "Metal Hero", popularizado por Jaspion. É o principal dos 138 guardas do governo. Sua principal arma é seu machado. É capaz de qualquer coisa para proteger sua irmã.

Ana Melissa: Xamã-arqueira que é a irmã mas jovem de Lemadan. Também é uma dos 138 guardas de Throebs. Ela e seu irmão são inseparáveis.

Hipermercado de Aiedo

Jonas: Principal segurança do Hipermercado. Nutre uma paixão secreta por Alys.

Raquel: Caixa do hipermercado. É simpática, atenciosa e bem-humorada.

Renata: Outra caixa do hipermercado. Ao contrário de sua irmã gêmea, é antipática e mal-humorada.

Comunidade dos Médicos

Nicolas: Filho do Dr. Nicolau, lidera a Comunidade dos médicos, formada por profissionais que se revoltaram com a criação dos postos de saúde de Amy, que fez com que o número de pacientes nas clínicas particulares diminuísse. Também realiza tráfico de orgãos. Evita conlito direto com seu pai, mas odeia Amy de morte, sendo capaz de qualquer crueldade para feri-la.

UNIMOTA(Universidade de Motávia)

Tio Patinhas: Quer expandir suas riquezas investindo em Motávia, e começou ao comprar a UNIMOTA. Como primeira atitude, retirou o ar-condicionado da maioria das salas de aula para economizar dinheiro com a conta de luz.

Hahn Mahlay: Recém-formado em biologia, realizou seu sonho de dar aulas na UNIMOTA. Nas horas vagas, trabalha como um habilidoso ferreiro, deixando seu pai orgulhoso. Após adquirir as lendárias facas Ginsu, tem entre seus sonhos de consumo a Katana Ginsu, que possui um único exemplar em todo o mundo.

Jacques: O misterioso reitor da UNIMOTA.

Professor Holt: Teimoso professor muito querido por Hahn.

Outros

Mito: Vidente residente em Aiedo. Nem sempre acerta suas pervisões, porém elas jamais devem ser subestimadas. Considera Alys como se fosse sua filha.

Jaspion: Encontra-se desaparecido desde que foi surrado por Darum, quando este soube que ele foi para a cama com sua filha Teim, em um dia em que o dono da armadura Metaltex e do Gigante Guerreiro Daileon não perdoou, atacando várias garotas bonitas, entre elas a ladra Shir Gold. Seu mentor Edin foi covardemente assassinado anos atrás por não revelar para ninguém os segredos da poderosa armadura Metaltex.

Teim: Filha única de Darum, a adolescente é superprotegida pelo seu pai e costuma ser uma pessoa isolada. Tem se revelado uma garota-prodígio em Robótica. Jaspion a fez com que deixasse de ser uma menina pura.

Zequinha: Um ser com problemas mentais que vive perambulando pelas ruas das principais cidades de Motávia e adora assediar garotas bonitas. Como não liga se elas são comprometidas ou não, não raramente ele apanha muito.

Seth Shizlabram: Teve um projeto recusado pela UNIMOTA, e desde então não se tem mais notícias dele. Sua maior cobiça é um tesouro sagrado localizado no Templo dos Soldados.

Pana: Irmã mais nova de Gryz. É muito mimada, e quer que seu irmão, seu único parente vivo, faça todas as suas vontades.

Saya: Esposa de Hahn. Dá aulas para crianças na Vila de Krup e está prestes à dar a luz à sau primeira filha, após um aborto inesperado há 2 anos atrás.

Luana: Aficcionada por futebol, é a narradora das principais transmissões da Motávia TV e namorada de Gryz.

Anthony: Primeiro filho de Amy.

Fernando: Filho de Cristina. Seu pai é Antônio Brito.

Vovô Dorin: Cuidava de Gryz e Pana após a morte dos pais deles, até ser assassinado friamente pela mercenária Baby Bonnie Hood, a Chapeuzinho Vermelho, quando estava em busca do Al Selin para a CKB.

Seu Manuel: Dono da padaria de Aiedo, muito querido por muitos. Era pai de Cristina e tratava Amy como sua filha. Foi cruelmente assassinado por Macgaren no dia do casamento frustrado de Amy.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Aventuras em Motávia Temporada 1 - Introdução



Contarei a história trágica de amor de Amy e Rolf. Apesar de ser continuação direta de "Aventuras em Motávia - Temporada Zero", não será preciso lê-lo para o entendimento de meu novo fanfic.

IMPORTANTE:

1- Rolará uma mistureba de personagens, de diversas origens, sendo a base principal os oriundos de Phantasy Star, com participação ativa também de alguns personagens de tokusatsu(Metal Hero) e personagens originais.
2- As ideias mostradas no fanfic não demonstram exatamente minhas convicções políticas e religiosas. Apesar de ter um personagem em que adaptei o nome em cima de Marcelo Crivella, isso nunca me impediu de na vida real ter votado várias vezes nele, inclusive na última eleição para Governador do Rio de Janeiro, no segundo turno.
3- O fanfic rolará num universo alternativo de Phantasy Star, onde Motávia(e Dezóris também) é um país da terra ao invés de um planeta do sistema Algol. Não é preciso conhecimento do game, já que no fic deve ser desconsiderado o histórico canônico da maioria esmagadora dos personagens que pintarem nele.
4- Qualquer pode ler o fic, desde que tenha mente aberta a ponto de saber que isso não passa de uma brincadeira. Por outro lado, ele não é recomendado para fãs mais radicais dos personagens apresentados aqui, pois estes podem se sentir ofendidos com as historinhas deste blog. De qualquer forma, antes de entrar nele liguei o alerta de conteúdo adulto para o leitor ter certeza de quer realmente ler os episódios de "Aventuras em Motávia".
5- Lembrando sempre que os personagens em sua maioria pertencem a seus respectivos donos, Sega e Toei Company.
6- Pretendo publicar os capítulos semanalmente, geralmente entre terça e quinta, já que fim de semana assisto muita coisa de esporte e games e segunda tem o Monday Night Champs. Poderá haver interrupção em semanas de grandes eventos(ex: Copa do Mundo, Olimpíadas, Carnaval, EVO).
7- Pretendo deixar a cronologia do fanfic mais ou menos assim, se der tudo certo com minha criatividade e eu não tiver contratempos com meu equipamento:
Temporada 0 - Os Malas
(CANCELADO) Especial -  O Lutador dos Lutadores(seria uma paródia de King of Fighters, mas não valeria a pena escrever, demandaria muito tempo de pesquisa para colocar um caminhão de personagens, e vários deles não apareceriam em mais de um episódio.
Temporada 1 - Amy e Rolf(onde começará a publicação)
Temporada 2 - Jiban
Temporada 3 - Lemadan
8- Alguns personagens terão o nome trocado neste "Vale a Pena Ler de Novo" de Aventuras em Motávia, já que, quando eu o escrevi, por exemplo, não sabia o nome do Governador de Passeio e da garota da biblioteca, já que eles não são mencionados no jogo original, então utilizei os nomes que encontrei no extinto site de humor "A Casa de Rolf"(RIP HPG, você era um lixo de serviço, mas tinha muitos sites "secretos" com conteúdo bacana): Roddick e Sylvia, respectivamente. Então joguei alguns depois o remake de Phantasy Star II para Playstation 2, li seus faqs, e descobri que na realidades eles se chamam O'Connor e Adena. De resto, os personagens em geral utilizarão o nome com o qual são conhecidos no Brasil, exceção de Kain em que utilizo o sobrenome da versão japonesa do game.
9- Muitos descendentes de orientais, principalmente do sexo feminino, combinam a beleza oriental com o sex-appeal do latino. Não herdei estas características, porém eu combino a inteligência do japonês(ao menos as pessoas à minha volta dizem que sou sabido) com a criatividade do brasileiro. Deitei e rolei no modo de criação de personagens do Soul Calibur V quando jogava o game com frequência e isso só me deixa ainda mais motivado a dar asas à minha imaginação e prosseguir com minha historinha. Até o próximo post!

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Vale a Pena Ler de Novo - Aventuras em Motávia



Seja bem-vindo! É Noite de Natal, e quem ganha o presente é você, amigo leitor! Decidi republicar o fanfic "Aventuras em Motávia" no novíssimo blog de mesmo nome, o fanfic super escrachado e sacana de Phantasy Star e Metal Hero que mistura acão, humor e novela mexicana, e, após a republicação e pequena adaptação dos 26 primeiros episódios da primeira temporada do fanfic, chamada "Adultério Fatal", pretendo, depois de quase uma década, escrever episódios inéditos com sua continuação e conclusão. Pena que eu, sem pensar que poderia reescrever um dia o fic, acabei deixando spoilers aqui e ali na rede, mas como quase ninguém leu, acredito que não haverá problema.

A Origem

Tudo começou no feriadão da Independência do Brasil do ano de 2004, quando baixei no Pscave o fangame(brasileiro com muito orgulho) "Chaz Adventure", de Phantasy Star IV, e descobri nele a magia dos criativos trabalhos feitos por fãs. Pensei: "Que legal!" , se eu pudesse eu faria um também. Isso era algo impossível de acontecer, não sei desenhar, não completei a faculdade de Processamento de Dados, não consigo sequer capturar e editar sprites, portanto zero de chances de eu conseguir utilizar o RPG Maker(em 2009, cheguei a baixar várias versões de RPG Maker, mas sem ter a mínima ideia de como mexer nele, sequer cogitei fazer um fangame, o máximo que consegui foi baixar os grandes fangames de Phantasy Star que não havia jogado antes por causa das limitações técnicas do meu PC antigo). Voltando à 2004, pensei, pensei e cheguei a conclusão: não dá pra fazer um fangame, mas não significa que não dá pra expor minhas ideias na rede: vou fazer um fanfic. A temporada zero foi só enrolação, antes de reler o fanfic mês passado eu sequer lembrava que havia escrito um arco completo focado nos "Malas da TV", alvo principal de minhas tiradas de sarro na época em que o escrevi. Conforme foi passando o tempo, fui escrevendo ele e foram aparecendo as ideias, na mesma época eu começava a frequentar eventos de anime e me cadastrei no Fórum Tokubrasil. Não deu outra: minha mente maligna teve a ideia, de, enfim, misturar Phantasy Star com personagens de tokusatsu. E, enfim, comecei a publicar episódios inéditos em média toda semana até a Copa de 2006, quando por, problemas particulares(desmotivação com problemas na faculdade) e de estrutura(PC caindo aos pedaços que reiniciava toda hora), interrompi a publicação. Ainda tive algumas ideias depois disso, porém jamais as passei para o papel. Quando veio o PC novo, ao invés de eu voltar a escrever o fic, passei longe disso e resolvi realizar meus desejos que eu queria concretizar durante toda a década na diversão nerd(jogar Shining Force III Premium Disk, Langrisser Dramatic, Feda Remake), escutar música no You Tube e webrádios(posteriormente migrei para rádios populares que acompanho até hoje, curioso, na época em que eu era rato de fliper odiava rádio, hoje sou viciado em Tupi). Quando eu já havia esquecido completamente do fic... enterrei qualquer esperança de retorno quando comecei a acompanhar torneios de Street Fighter no Twitch e posteriormente comprei um Xbox 360 para jogar a nova geração dos jogos de luta(que hoje uso mais para assistir Twitch do que jogar, haha).

O Retorno

Em um lindo sábado do recém terminado mês de novembro, estava sem nada pra fazer durante a tarde, já que em função do fuso horário americano chegar a -6 horas dependendo da região em função de estarmos no nosso horário de verão e eles no horário de inverno, só tinha torneio para acompanhar domingo de noite. Então, resolvi pesquisar e matar a curiosidade de saber em qual filme recente o Policial de Aço Jiban reapareceu. Nem lembro mais qual é o filme, só lembro que consequentemente me deu vontade de rever um episódio dele na net, e lembrei das ideias jamais postas em prática no meu fanfic. No mesmo dia, pesquisei mais um pouco sobre Metal Hero na net e descobri um tal de "Zaido", um spin-off de Sheider(o terceiro dos Policiais do Espaço) produzido há poucos anos atrás nas Filipinas, e quando vi a transformação e a música-tema no You Tube, vi uma severa crítica à série dizendo que ela parece novela, pois foca muito mais no relacionamento entre os personagens do que nas lutas. Pensei na hora duas coisas: primeiro que "Quem disse uma série é ruim por causa disso? Deve ser muito massa, se eu assistir um dia acho que vou gostar!", e depois, "Ei, o fanfic que eu fazia era assim mesmo mais da metade dos episódios não tinha luta, apesar de ser baseado em séries e games com muita pancadaria, o foco é a vida amorosa da Amy!" Tantantantan, no dia seguinte, enfim, comecei a reler as temporadas 0 e 1 de Aventuras em Motávia... a temporada zero me deixou assustado, no começo, quando foquei no humor, estava legal, mas depois que comecei a apelar ficou um lixo, até por isso ela não será replicada neste blog. Nas semanas em que li, fiquei pensando no que poderia fazer, recomeçar do zero, pular uma parte e começar na última temporada, que será estrelada por personagens originais combinando os dois universos(era minha opção favorita), até que, comecei a ler a temporada 1 e vi que eu desde aquela época já tinha percebido que a temporada 0 era muito ruim, e montei "Adultério Fatal" para que ela pudesse ser lida e entendida sem que fosse necessária a leitura do prólogo. Está bem longe de ser uma maravilha, mas me surpreendi ao ver que ela ao menos estava "digerível" e resolvi, enfim, focar em sua continuação e desde então venho bolando as ideias para os episódios inéditos. Ajeitando uma coisa aqui e ali, aliviando cá, apelando lá, será uma boa forma de divertir à minha pessoa e a todos os leitores que tem mente aberta. Agora, só resta, durante os seis meses em que republicarei "Adultério Fatal", juntar roteiros suficientes para fazer uma boa continuação. Vai ser difícil manter a continuidade totalmente respeitada depois de quase uma década, mas, desde já adianto, terá muitas novidades, já que de lá pra cá, o meu interesse por certos hobbies diminuiu, por outros aumentou, e ainda surgiram muitos novos assuntos de interesse para este ser que vos escreve. E pensar que eu quase desisti de tudo e abriria uma "Caixa de Pandora contando tudo antes de escrever...."

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Mais rapidinhas de Natal


1- Os melhores cosplayers de Pikachu são das gostosas que se fantasiam dele nos eventos de anime, mas aqui vai uma menção honrosa para o Pikachu de Omega Ruby/Alpha Sapphire, que agora se tornou um Pokemon Multi Formas e ganha golpes exclusivos de acordo com o traje em que está vestido, o mantendo como um Pokemon limitado, mas muito divertido. Os melhores são o Pikachu de roqueiro e de lutador de Luta Livre. O nerd também não é nada mau.

2- Mas os Pokemons do momento são Vinicius e Tom, os mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Se eu tiver paciência crio base stats e movesets competitivos para eles, assim como fiz com o Cauê no Pan, mas para isso preciso começar a jogar o metagame de ORAS. Se eu fizesse versões competitivas da turma, seriam, na sequência:
Cauê- Normal/Fogo(ou Água/Fogo, não lembro o que botei na época no Orkut)
Fuleco- Normal/Terra
Vinicius- Normal(podia ser a mega evolução do Ambipom)
Tom- Normal/Planta(podia ser uma alternativa à família de Oddish/Gloom/Vileplume/Bellossom; ele lembra muito essa família)
3- Sempre fui fã do Eduardo da Silva desde que ele era artilheiro no Arsenal, e fiquei muito feliz com sua contratação pelo Flamengo. Pena que ele vai ficar marcado negativamente por sua falha no jogo em que o Flamengo foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético/MG.

4- A Blac Bloc Sininho foi convidada para posar nua, mas recusou . Não sei quanto à agente da Lei Seca Luciana Tamburini.
5- Mulher Melão foi flagrada completamente nua tomando banho no Recreio.
6- Muitas gatas fazendo cosplay de Final Fantasy. E pensar que mês passado uma gracinha lá da Austrália que fez cosplay de Lightining sofreu ameaças de estupro. Como tem idiota no mundo...
7- Charlie/Nash finalmente está de volta no anunciado recentemente Street Fighter V. Por ora, a novidade na série é a atualização 1.04 do Ultra Street Fighter IV com reequilíbrio dos personagens e adição do modo Ômega.
8- O presente de Natal da SNK para seus fãs foi o lançamento da versão mais atualizada de KOF 98 no Steam. Só não comprei porque não jogo online na plataforma PC(exceto os simuladores de Pokemon), mas para quem joga, é imperdível, é hora de os fãs retribuírem e manterem a chama da série acesa, principalmente aqui na América Latina, onde somos melhores que os americanos(estem algeam no Eventhubs que o game é "muito difícil", coitados, se o Rei do Flipper do Méier ainda existisse e eles viesse para o subúrbio do Rio os gringos perderiam o caminho de casa) e europeus no game e KOF é mais popular até do que o Street Fighter. Comparando com outro gênero de games e com esportes "reais":
Street Fighter = Fifa = Futebol(mais popular no mundo)
Marvel = Basquete(americanos tem hegemonia)
KOF = PES = vôlei(não é jogado em todo mundo e os brasileiros estão entre os melhores do mundo)

9- Para fechar o post, a bomba do mês: Olimpíadas em duas sedes para contenção de custos de uma única cidade. Outra novidade citada e que o COI pretende implantar a partir da próxima década, é "rejuvenescer" a competição com esportes mais apreciados entre os jovens, como skate, o surfe, e, uma suposição minha, quem sabe, o video-game? A brecha se abriu, o sonho já não está tão distante assim! Ueba!

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Rapidinhas de Natal

Fiquei alguns dias sem postar, pulando algumas notícias pulando notícias e resultados importantes, então, dada a baixa temporada de novidades devido ao recesso de Natal e Ano Novo, chegou hora de postar ao menos boa parte deles aqui:

1- Acabou o Brasileirão, depois de uma longa jornada. Cruzeiro campeão, além dele, Atlético-MG(campeão da Copa do Brasil), São Paulo e Internacional vão direto para a fase de grupos da Libertadores, enquanto o Corinthians vai para a pré-Libertadores. Fluminense entra direto nas oitavas de final da Copa do Brasil, e Vitória, Bahia, Botafogo e Criciúma foram rebaixados para a Segunda Divisão. Eles serão substituídos por Joinville, Ponte Preta, Vasco e Avaí.
2- Rubinho campeão finalmente! Ele venceu a temporada da Stock Car Brasil!
3- River Plate campeão da Copa Sul Americana. É a volta por cima de um dos gigantes do futebol argentino.
4- Não deu para o Papa Francisco fazer milagre dessa vez. O melhor futebol prevaleceu e o Real Madrid foi campeão do Mundial de Clubes em cima do San Lorenzo.
5- Gabriel Medina Campeão Mundial da primeira divisão do surf mundial. Depois de um ano de muitas derrotas, finalmente o Brasil brilha no esporte mundial no ano de 2014.
6- Finalmente foi lançado na Xbox Live o aplicativo que eu mais esperava(ao lado do Twitch) desde que eu compreio Xbox 360: Sportv. Mas, para minha decepção, não é o Sportv Play, é apenas uma compilação dos vídeos e notícias do site do Canal Campeão.
7- Falando em Sportv, nesse período de fim de ano com pouco futebol quem curte basquete e vôlei fez a festa: show de transmissões de NBB e Superliga.
6- Lyoto Machida, o Ryu Brasileiro, venceu CB Dollaway no último evento do ano do UFC, realizado em Barueri, que acabou no meio da madrugada por causa do fuso horário da Costa Oeste dos EUA, à lá WNF. Pior que isso, só quando o Miss Universo teve uma edição no Vietnã que foi segunda de manhã no horário local para passar domingo de noite nos EUA.
7- No último sábado à tarde, a Record exibiu o filme "Lorax". A grande curiosidade é que esse é o mesmo nome do remédio que o Fernando Vannucci supostamente tomou no dia da final da Copa do Mundo de 2006, o dia do lendário "A África é logo ali!".
8- No Quadro Quinquilharia do Caldeirão do Huck de 6/12, mostraram um colecionador de Sepetiba que tinha, entre seus objetos, um que com certeza chamou a atenção dos ratos de filper dos anos 90. Uma máquina "Neo Carnival Special", máquina de pegar bichos de pelúcia que fez sucesso na época e se diferenciava das concorrentes por ser produzida pela outrora gloriosa SNK(o nome "neo" no meio já dava a dica).
9- Mais uma cobertura excelente de um lançamento de jogo de Pokemon foi feita no serebii.net : Pokemon Omega Ruby e Alpha Sapphire. Já está está tudinho disponível de lá; outra novidade do game disponível no universo competitivo são os upgrades dos simuladores Pokemon Showdown no SmogonPokemon Online .
10- Esse mês a série "Marvel vs Capcom" completa 20 anos, já foi em dezembro de 1994 que foi lançado o jogo de luta "X-Men: Children of the Atom". É uma data que está sendo bastante celebrada nos EUA, já que é a série de luta preferida deles e é a que eles jogam melhor.


segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Rumo ao Mundial do Canadá 2015


A Seleção Brasileira de futebol feminino das gatas Thaisa e Maurine, comandada pelo técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, venceu ontem o Torneio Internacional de Brasília(que poderiam mudar o nome para Torneio Luciano do Valle) em cima de seu arquirrival Estados Unidos(que, é claro, não vieram jogar este torneio de verão com o time completo) e agora se prepara para os 2 anos cruciais do ciclo olímpico da Rio 2016, que antes desse torneio, tem a Copa do Mundo Feminina em junho do ano que vem, no Canadá, que reunirá a nata do esporte. Antes de postar a tabela do torneio, alguns pitacos:

A craque do Mundial Sub-20(também no Canadá, para os organizadores serviu como um evento teste para a Copa do Mundo adulta) feminino disputado no segundo semestre deste ano foi a nigeriana Oshoala. Será que ela vai brilhar novamente, fazendo uma equipe africana brilhar pela primeira vez numa competição adulta feminina de futebol com seu futebol moleque?

Será que o futebol feminino deixará de imitar o vôlei e passará a seguir o próprio futebol, mas o masculino, com países sede mais variados nos Mundiais a partir de 2019?

Foi graças ao seu trabalho com a Seleção Feminina que me tornei fã do René Simões, até hoje é meu técnico preferido. Ele tira leite de pedra e espero muito que o Botafogo volte para a elite do futebol brasileiro em 2016.

A ex-jogadora Michael Jackson virou dirigente. Ela realmente tem uma cabeleira parecida com a do ídolo pop(ao contrário do ex-juiz que depois de um tempo cortou o cabelo e ficou com um apelido sem sentido, o Edilson Soares da Silva; não confundir com o juiz dos jogos manipulados, aquele foi o Edilson Pereira de Carvalho), mas o curioso é que apesar de ser uma jogadora folclórica, eu não lembrava dela. Da época dela em lembro de Pretinha, Formiga(que ainda está na Seleção), Sissi e Roseli.

Agora, sim pra fechar, os grupos e a tabela da Copa do Mundo Feminina, sorteados no último dia 6. O regulamento é o mesmo adotado nas Copas de 86, 90 e 94, e também é utilizado até hoje nas competições masculinas sub-17 e sub-20. São 6 grupos de 4, passam os 2 primeiros mais os 4 melhores terceiros de cada chave, sobrando 16 times que se enfrentam em mata-mata até sobrar o campeão. Agora é só cruzar com a Tabela da Primeira Fase da Copa América e se divertir muito com bom futebol no mês de junho próximo:

Grupo A- Canadá, China, Nova Zelândia e Holanda
Grupo B- Alemanha, Costa do Marfim, Noruega e Tailândia
Grupo C- Japão, Suíça, Camarões e Equador
Grupo D- EUA, Austrália, Suécia e Nigéria
Grupo E- Brasil, Coreia do Sul, Espanha e Costa Rica
Grupo F- França, Inglaterra, Colômbia e México(uau, imagine um grupo desses na Copa masculina? A Terra iria tremer!)

6/6

16:00- Canadá X China
19:00- Nova Zelândia X Holanda

7/6

13:00- Noruega X Tailândia
16:00- Alemanha X Costa do Marfim

8/6

17:00- Suécia X Nigéria
20:00- Camarões X Equador
20:30- EUA X Austrália
23:00- Japão X Suíça

9/6

14:00- França X Inglaterra
17:00- Espanha X Costa Rica
17:00- Colômbia X México
20:00- Brasil X Coreia do Sul

11/6

17:00- Alemanha X Noruega
19:00- Canadá X Nova Zelândia
20:00- Costa do Marfim X Tailândia
22:00- China X Holanda

12/6

18:00- Austrália X Nigéria
20:00- Suíça X Equador
21:00- EUA X Suécia
23:00- Japão X Camarões

13/6

14:00- França X Colômbia
17:00- Brasil X Espanha
17:00- Inglaterra X México
20:00- Coreia do Sul X Costa Rica

15/6

17:00- Tailândia X Alemanha
17:00- Costa do Marfim X Noruega
20:30- Holanda X Canadá
20:30- China X Nova Zelândia

16/6

18:00- Equador X Japão
18:00- Suíça X Camarões
21:00- Nigéria X EUA
21:00- Austrália X Suécia

17/6

17:00- México X França
17:00- Inglaterra X Colômbia
20:00- Costa Rica X Brasil
20:00- Coreia do Sul X Espanha

Pronto, primeira fase postada, ainda estou em dúvida se edito esse post e o da Copa América com a tabela do mata-mata, ou se posto mais pra frente, mas por enquanto é isso. Lembrando que os jogos tem horário bastante espalhado pelo Canadá, assim como os EUA, ter 4 fusos horários diferentes.

domingo, 21 de dezembro de 2014

Garotas quase-brasileiras dos games





No início do mês foi anunciada uma nova personagem para o jogo Tekken 7: a polêmica gatinha Lucky Chloe. Mas meu post aqui não tem nada a ver com as polêmicas que ela causou por ser uma personagem otaku para otakus, e sim sobre o estilo dela, o "Breaking Dance", o que a tornará uma personagem do mesmo tipo(e que tudo indica, os substituirá ao menos no início) dos brasileiros Eddy e Christie e termos de jogabilidade, misturando luta com dança(se fosse personagem de KOF, seria o Duck King de saias, mas não estamos falando da franquia número 1 da SNK aqui), e um dos leitores do Shoryuken inclusive disse que seus movimentos lembram o do dançarino brasileiro famoso mundialmente Fabiano Carvalho, mais conhecido como Bboy Neguin.



Não é que lembra mesmo. Enquanto isso, a brasileira genuína do game, Katarina Alves, utiliza um estilo de luta francês.



Não é a primeira vez que estereótipos são quebrados em um jogo de luta, no Street Fighter 3 temos a capoeirista Elena, que todos achavam que seria a brasileira do game por ser negra e pelo seu estilo de luta, e no final das contas ela foi anunciada como uma personagem queniana, enquanto o representante tupiniquim do game foi o pouco convencional Sean Matsuda, brasileiro de São Paulo(geralmente o Brasil é representado lá fora pelo Rio de Janeiro ou por Amazônia/Pantanal) que luta karatê e joga basquete(outra quebra de paradigmas).




É, ilustrei com foto de cosplayer, mulher bonita é sempre um colírio para os olhos e olhar não arranca pedaço, hehehe. E, pra finalizar, a "brasileira" do meu jogo preferido, Shining Force 3:
Esta simpática mascote, bem menos conhecida que Cauê, Fuleco, Vinicius e Tom, representou bem o Brasil batalhando ao lado do Príncipe Medion nos scenarios 2 e 3 de Shining Force III. Sua segunda classe, a apresentada nesta foto, é "Samba Penguin", isto é, ela é a "Pinguim do Samba". Seu ataque especial mais forte é o "Carnaval da Penko"(Penko Carnival) onde ela planta bananeira e levanta o inimigo com chutes que o levantam para o alto 5 vezes. Inclusive o apelidei na época de "Méier", porque na época eu ainda era rato de fliperama, e no extinto Rei do Flipper do Méier, nos jogos da série "VS"(Marvel vs Street Fighter, Marvel vs Capcom, etc), os maceteiros de lá quando davam o gancho que jogavam o oponente para o alto, ao invés de seguir o com o super pulo para o combo aéreo, para estender o dano e confundir o oponentes, por diversas vezes esperavam o adversário cair a pós o gancho e emendavam com outro gancho, que o fazia assim subir e descer da tela diversas vezes em sequência, exatamente como a Penko faz no maravilhoso Shining Force III. Pra finalizar, na última classe dela a Penko usa uma roupa de Carmen Miranda! Infelizmente não achei nenhuma ilustração no google para ilustrar o post, é algo sensacional e que evidencia a relação desta Pinguim fêmea com O Brasil.

 Braziu, ziu, ziu...


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Upgrade de Chrono Phantasma anunciado



Blazblue: Chrono Phantasma Extender, o upgrade do primeiro BBCP, com reequilíbrio e novas(bem, uma é nova "velha") personagens, chegará no video-game em abril de 2015, desta vez com lançamento multiplataforma, para Playstation 3 e 4 e Xbox One. Infelizmente, o 360 ficou de fora, o que confirma o que a Arc System Works disse meses atrás que a primeira versão do terceiro jogo da série ficou de fora por limitações do console, uma pena que é justamente o que eu tenho. :P Bom, BB é o melhor airdasher entre os lançados na última geração, é um lançamento imperdível e deve ocupar bastante os fãs de jogos de luta enquanto o Street Fighter V não chega.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Vexame Brasileiro na Califórnia

Mais um vexame do esporte brasileiro neste fim de semana que passou. Houve expectativa pelo desempenho do Brasileiro Chuchu durante a Capcom Cup no último sábado. Tampa Bison provocou. Chuchu ganhou destaque na mídia e apareceu até na Globo. Os gringos "do bem" chegaram a fazer post defendendo-o no Shoryuken e torceram para que ele surpreendesse. Mas o que todo brasileiro fã de jogos de luta e que acompanha os torneios nacionais e internacionais com frequência aconteceu. Chuchu sentiu a pressão, demonstrou bastante ingenuidade e inexperiência ao tentar o tempo todo fazer combinho de Ranked Match durante as lutas em pleno campeonato de nível mundial e foi massacrado em suas lutas contra Infiltration e Bonchan, tendo ganhado apenas um round de cada adversário e sendo completamente dominado no restante do tempo. Mas a derrota na Capcom Cup já era esperada, já que foi um torneio que reuniu a nata dos jogadores do Street Fighter pelo mundo. Mas o duro choque de realidade para a cena brasileira de Street Fighter veio um dia depois, no campeonato local Hadocon, um torneio no nível do WNF, em que Chuchu foi atropelado por um jogador comum, o desconhecido Fawwaz, em uma mirror match de C. Viper. Posteriormente ele foi eliminado do torneio por um jogador de Balrog, o que fez com que ele sequer conseguisse chegar ao Top16 do torneio, mostrando que ainda somos nanicos e nossos melhores jogadores ainda estão muito distante dos melhores do mundo e ainda estamos engatinhando na trilha para os nossa glória. A solução? Investimento maciço em intercâmbio para dar rodagem aos nossos jogadores, disputando torneios lá forma, e trazer jogadores estrangeiros para o Brasil para a troca de experiências. É um investimento a longo prazo, até porque, para que ele seja realizado é necessário um grande número de patrocinadores fortes por trás, o que os jogos de luta brasileiros não tem no momento. Mas quando esse dia chegar, os jogos de luta brasileiros poderão ter uma evolução digna de handebol, que passou de esporte escolar para campeão mundial na categoria feminina após forte apoio de patrocinadores(primeiro Petrobras e atualmente Correios), contratação de técnico estrangeiro, com a glória conquistada sob o comando do dinamarquês Morten Soubak, e parceria com um time da Dinamarca, que possibilitou que várias jogadoras da Seleção pudessem jogar juntas durante temporadas inteiras, e com isso ganharem ao mesmo tempo experiência internacional e entrosamento.

Voltando à Capcom Cup, torci muito para o Daigo, e após uma estreia onde ele "esquartejou" seu maior rival Justin Wong(o Flamengo X Vasco do Street Fighter), em sua segunda luta seguinte, assim como na EVO, mais uma vez no ano de 2014 ele foi mandado para a repescagem por um Dhalsim, sucumbindo desta vez ao macetão + counterpick de Xian, e posteriormente foi eliminado em uma luta emocionante por PR Balrog. O título ficou com o japonês Momochi(o que com certeza deixou Chocoblanka muito feliz), e do primeiro ao sexto lugar todas as colocações ficaram com jogadores de países diferentes. Dos países com representantes, apenas o Brasil ficou de fora da sequência dos tops, mostrando equiliíbrio entre os jogadores de nível mais alto, apesar de o Japão ainda ser de longe o país que tem os jogadores mais fortes no Street Fighter em quantidade. Somando isso com o fiasco de Chuchu no Hadocon(WNF de luxo) no domingo, a Capcom deve mudar os critérios de classificação para a Capcom Cup 2015(um dia ainda posto a minha ideia de fórmula de disputa), tornando mais difícil a participação de jogadores fora do eixo América Anglo-Saxônica/Ásia/Europa Ocidental. Espero que eu esteja errado, pois na minha opinião o Brasil ainda merece uma vaga na Capcom Cup. Não falo isso por patriotismo, mas sim com o intuito de ver o Street Fighter jogado em alto nível globalmente, assim como a FIFA na Copa do Mundo dá muitas vagas para Àsia e Àfrica para desenvolver o futebol em todo o mundo e manter o status do esporte de "esporte jogado em todos os cantos do planeta".
Pra fechar o post sem perder o bom humor: gol da Alemanha!

sábado, 6 de dezembro de 2014

Expresso Lembra Herói Anos 90 com Queda do Botafogo

Talvez seja só coincidência, talvez seja o resgate da infância perdida dos anos 90, mas a verdade, é que, na edição de segunda-feira, 01/12, o tablóide sensacionalista pertencente ao Grupo Globo, o EXPRESSO DA INFORMAÇÂO, principal concorrente do Meia Hora(de Notícias), do O Dia, colocou em sua capa a frase "Não tem chororô, a primeirona acabou!", para noticiar a confirmação do rebaixamento do Botafogo para a Segunda Divisão em 2015. Essa frase me fez lembrar na hora da mais clássica frase do herói dinamarquês Hugo, o Troll(foto), que fez sucesso no Brasil nos anos 90 com o seu programa na CNT onde o telespectador jogava o seu game pelo telefone: "Não tem chororô, esse jogo acabou!" Infelizmente não achei na web a capa do jornal em questão. Mas aproveitando a deixa, vamos falar do nosso herói no post: o programa exibido no Brasil teve duas fases, uma entre 95 e 96, apresentado por Matheus Petinatti(hoje cabeleireiro) e a linda Vanessa Vholker(hoje locutora do Discovery Home & Health, até hoje lembro o programa em que ela levou uma cantada no ar de um participante mais saidinho), e a outra entre 98 e 99, com Rodrigo Brassoloto(o único dos 4 que segue até hoje como ator, inclusive fazendo muito sucesso no cinema) e Andrea Pujol(hoje jornalista, outra gata que não é de se jogar fora). Mais frases de efeito do Hugo(que não é o Boss nem o Andore):

"Não desanima que a vida termina!"
"Não tem chororô, este jogo acabou!"
“Se liga! É a última vida!.”

“Errei a mira, parei na China.”

“Subindo a montanha, sem fazer manha.”

“Não desanima, que a vida termina.”

“Obrigado, caí sentado!.”

“Que dia lindão pra passear de balão?”


Mais curiosidades sobre Hugo no Mídia Interessante, e em seguida, fotos das gatas, afinal olhar não arranca pedaço, na ordem, Vanessa jovem, Vanessa mais madura, e Andrea:



O vídeo abaixo é do programa Hugo apresentado pela Vanessa, e estou postando também em link para o Youtube um vídeo do programa apresentado pela Andrea, que estranhamente não está aparecendo na busca do blogger ( Hugo com Andrea Pujol ):

(se alguém que estiver lendo isso tiver a capa do Extra do rebaixamento do Botafogo, por favor envie para o blog)

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Tabela da Copa América 2015 - Primeira Fase


Grupo A:

11/6 - Chile x Equador - 20:30
12/6 - México x Bolívia - 20:30
15/6 - Equador x Bolívia - 18:00
15/6 - Chile x México - 20:30
19/6 - México x Equador  - 18:00
19/6 - Chile x Bolívia - 20:30

Grupo B

13/6 - Uruguai x Jamaica - 16:00
13/6 - Argentina x Paraguai - 18:30
16/6 - Paraguai x Jamaica - 18:00
16/6 - Argentina x Uruguai - 20:30
20/6 - Uruguai x Paraguai - 16:00
20/6 - Argentina x Jamaica - 18:30

Grupo C

14/6 - Colômbia x Venezuela - 21:45
14/6 - Brasil x Peru - 18:30
17/6 - Brasil x Colômbia - 20:30
18/6 - Peru x Venezuela - 20:30
21/6 - Colômbia x Peru - 16:00
21/6 - Brasil x Venezuela - 18:30

Agora é só esperar a tabela do Mundial de Futebol Feminino para sabermos as partidas em que haverão choque de horário entre as duas competições.
social
fechar ×
ver mais antigos
comentários
fechar ×

domingo, 30 de novembro de 2014

Monday Night Champs de volta aos bons tempos

Depois de uma fase negra, com diminuição de partipantes e 2 semanas sem realização do evento, a triste "fase da barra amarela", o melhor torneio online de Ultra Street Fighter IV do Brasil voltou aos velhos tempos com muita gente jogando. Espero que volte a crescer daqui pra frente. Pena que não nível para jogá-lo. Longa vida ao Monday Night Champs e ao canal Superchampz! Toda segunda, às 21:00!

sábado, 29 de novembro de 2014

Street Fighter na reta final de 2014

Desde a Canada Cup 2014, temos toda semana um torneio importante, na última sequência de torneios de jogos de luta do ano, temos na sequência, desde a segunda semana de novembro até a segunda semana de dezembro, Canada Cup, Absolute Battle, Cacomp(evento brasileiro), EVO Moment 37 Reloaded, Dreamhack Winter, NEC, Capcom Cup e Hadocon. Depois disso, boas festas e feliz 2015! Mas ainda não chegamos lá, vamos falar do evento que rolou hoje na Suécia, o Dreamhack Winter, que tinha em jogo a última vaga para o principal evento do segundo semestre no Street Fighter, a Capcom Cup. Após uma final emocionante em que quase houve uma virada histórico, em um torneio com vários desafiantes asiáticos, Fuudo "Come Quieto" venceu Gamerbee, que após ser o jogador que mais rodou o mundo em busca de pontos, nadou, nadou e morreu na praia. Com isso, o japonês é o décimo sexto desafiante do Campeonato Mundial de jogos de luta, e, como Chuchu confirou no Madrugames da Rede Globo que vai enfrentar Infiltration no evento, tudo indica que a projeção deste blog referente ao "cruzamento olímpico" está correta e deveremos ter os seguintes confrontos:



Luffy(1) X Nishikin(16)
PR Balrog(8) X Ricky Ortiz(9)
Snake Eyez(4) X Momochi(13)
Ryan Hart(5) X NuckleDu(12)
Bonchan(2) X Fuudo(15)
Infiltration(7) X Chuchu(10)
Xian(3) X Valmaster(14)
Justin Wong(6) X Daigo(11)

E, para finalizar, uma bomba digna de Nelson Rubens no Moment 37 Reloaded(evento que comemorou os 10 anos a maior virada de um contra, Daigo X Justin Wong durante o torneio de Street Fighter III 3rd Strike na EVO 2004). Segundo os comentários do membro do site Eventhubs Majin Tenshinhan, o top player Ricky Ortiz, um dos classificados para a Capcom Cup e um dos principais jogadores de Street Fighter do mundo, já iniciou seu processo de transformação que culminará futuramente em sua troca de sexo. Será que Ricky se tornará uma mulher bonita? Qual será seu novo nome? Acho que ficaria legal se ele adotasse o nome de Rachel. Rachel Ortiz soa bem. Melhor que Ricky Ortiz que lembra um fracote da WWE. Lembrando que, caso o dito por Majin Tenshinhan se concretize, Ricky não será o primeiro transexual dos torneios de jogos de luta. Será um marco por ser o primeiro jogador top e participante ativo da cena a fazer transição de identidade de gênero, mas no geral, anos atrás tivemos nos holofotes a jogadora japonesa Kayo Sato, mais conhecida como Kayo Police, transexual assumida, a Poison da vida real. O curioso é que ultimamente o Ricky anda jogando de Poison. Identificação com a personagem, talvez? Ou vontade de macetar?

Edit 16:36 - Acabou de sair a tabela oficial no Eventhubs, bateu direitinho com a projeção do blog. E já votei no Chuchu lá. link

domingo, 23 de novembro de 2014

Lewis Hamilton bicampeão de Fórmula 1

Após uma incrível e disputada temporada(como vem sendo a F-1 nos anos pares desta década, ao contrário dos ímpares), Lewis Hamilton bateu seu companheiro de equipe Nico Rosberg e conquistou o bicampeonato de F-1, desta vez pela Mercedes, sendo o primeiro conquistado em 2008 pela Mclaren sobre Felipe Massa. Massa que, aliás, fez uma grande temporada, mostrando que foi acertada sua decisão de trocar de escuderia, após anos relegado à segundo plano na Ferrari. Na apoteose da temporada, Hamilton fez uma corrida impecável, assumindo a liderança logo na largada e controlando a corrida durante todas as suas 55 voltas, enquanto Rosberg sofreu com problemas e foi humilhando, tomando 1 volta do seu companheiro de equipe. Fiquei muito feliz com o resultado, Hamilton é meu piloto preferido desta geração. Além da marca de ser o primeiro negro da F-1, é arrojado e fã declarado do maior de todos.

Outros comentários:

- Pontuação dobrada na última corrida é muito legal. Foi uma novidade esse ano também na F-Indy e traz mais emoção e disputas para a corrida decisiva, Eu já estava acostumado com esse sistema porque ele é adotado no jogo em que eu mais me diverti no NES 8 bits, um jogo originalnamente de Arcade estilo autorama chamado Indy Heat(estrelando Danny Sullivan). Não tenho certeza se a versão arcade tinha pontuação dobrada, mas a versão console tinha pontuação dobrada na última corrida, "Tradewest"(que na verdade é a pista não licenciada de Indianápolis) e deixava a temporada sempre muito emocionante. Na vida real, a F-1 e a Indy também poderiam atribuir pontuação dobrada, respectivamente, aos GPs de Mônaco e as 500 Milhas de Indianápolis.
- Não sei se Massa futuramente terá condições de conquistar um título pela Williams, mas só pelo fato de ter deixado de ser cachorrinho da Ferrari, os brasileiros não precisam mais ter vergonha dele.
- O GP dos EUA passou às 23:00 depois do Fantástico em VT. Lembrou as corridas da F-Mundial que passavam em VT no SBT em 1999 e 2000 às 23:00 após o Programa Silvio Santos. E em um futuro próximo infelizmente isso pode virar uma realidade rotineira na Globo, já que a categoria vem perdendo espaço na emissora por causa do constante insucesso de pilotos brasileiros. O treino classificatório(à exceção do GP do Brasil) já foi pro saco. Mau sinal.
- F-1 nunca vai fazer sucesso nos EUA. Não tem pilotos americanos de sucesso, uma pequena porcentagem de carros no grid tem chance de vitória ou título, não correm em circuitos ovais, e a grande maioria das corridas acontece, dependendo do fuso horário do Estado, de 05:00 a 08:00 da manhã. Uma pena.
- A categoria nunca vai ter audiência nas rádios cariocas, já que até segunda ordem, as rádios esportivas que transmitem a categoria adotam o expediente de escalarem profissionais paulistas para as transmissões, sem regionalização de áudio. Enquanto isso não ocorrer, a opção menos pior será o Galvão. Eu fico com os programas da Tupi.
- Cobertura completa no Grande Prêmio .

sábado, 22 de novembro de 2014

Omega Ruby e Alpha Sapphire finalmente lançados

Oficialmente, nesta última sexta, dia 21, foram finalmente lançados os novos jogos da sexta geração dos jogos de Pokemon: Omega Ruby e Alpha Sapphire, os tão esperados remakes dos jogos originalmente protagonistas da Geração 3,  Ruby, Sapphire, e Emerald, que acontecem no tropical território de Hoenn(que não é o "Brasil" nem "Ilhas do Pacífico" como dizem alguns sites espalhados na net, mas sim uma região baseada em uma pequena região do Japão mesmo, se bem que o Tropius tem o maior jeitão de brasileiro mesmo, já foi inclusive mascote do Time Brasil no Smogon, pena que é talvez o pior Pokemon de Hoenn, além de ter um irmão latino-americano, o Ludicolo, do México, esse é bom). Quanto ao remake em sim, entre as novidades ele traz upgrade dos gráficos e som, colocando-os a par dos jogos anteriores da Geração 6, X e Y, algumas surpresas na história, muitas novas Mega Evoluções, e, talvez a maior novidades do jogo, exceto no competitivo em sim que não vale jogar com eles, é a "Reversão Primal", que permite equipar um item em Groudon e Kyogre permitindo despertar as suas formas originais, de lá da pre-história. Funciona como uma Mega Evolução, exceto pelo fato de que, como não é exatamente uma Mega Evolução, você pode ter ao mesmo tempo um Mega e um Primal durante uma batalha. Em relação à data, foi uma data muito feliz, está bem próximo da Black Friday(o Aniversário Guanabara americano), do Natal, e ambos os eventos devem alavancar bastante as vendas do game. Para nós, também foi uma data boa, saiu durante o feriadão do Zumbi, que no Brasil marca o início do período pré Natal/Ano Novo/Carnaval, que coincide com o início das férias escolares de muita gente. Oficialmente o jogo só sai no Brasil na primeira semana de dezembro, o que não é de todo ruim pois todos já estarão com o décimo terceiro no bolso. No competitivo, o jogo já está rolando nos simuladores, e a tendência é o movimento aumentar exponencialmente com o lançamento oficial do game. Meus dedos já estão coçando, mas ainda não sei se vou jogar de imediato, os grandes eventos citados no post anterior são imperdíveis, hehehe.

PS: Hoje tem a final da Série C. Será que a estrela de Yago Pikachu brilhará novamente?

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O que resta para o fim de 2014?


BRASILEIRÃO

Faltam 2 jogos e 3 rodadas para o término do campeonato, que se encerra em 7/12. Cruzeiro e São Paulo brigam pelo título, Corinthians, Atlético/MG, Internacional, Grêmio e Fluminense brigam pelas 3 vagas restantes da Libertadores 2015(3 porque automaticamente o título da Copa do Brasil fica com um time que está na parte de cima da tabela, Atlético ou Cruzeiro). Bahia, Botafogo e Criciúma já estão rebaixados, e Palmeiras(que parecia já estar salvo mas está dando sopa demais para o azar apesar de ter dado muita sorte durante todo o campeonato), Vitória, Coritiba e Chapecoense tentam escapar da última vaga.

SEGUNDONA

Faltam 2 rodadas. Joinville e Ponte Preta brigam pelo título, o Vasco já confirmou o acesso(e não vai passar disso, o que é pouco para a grandeza do clube), e Boa Esporte, Atlético/GO, Avaí, América/MG, Ceará, Sampaio Corrêa e Santa Cruz travam uma disputa emocionante pela última vaga. Vila Nova e Portuguesa já estão rebaixados e apenas um entre Bragantino, América/RN e Icasa vai escapar da degola. Acaba dia 29 deste mês, um dia depois da Black Friday, o Aniversário Guanabara dos EUA e da internet.

MUNDIAL DE CLUBES DA FIFA

Real Madrid(Espanha) após vencer a Champions League em cima de seu rival local Atlético é o franco favorito, após mais uma grande temporada de Cristiano Ronaldo, que só não fez nada na sua seleção na Copa porque ela é ruim demais e uma andorinha só não faz verão. A final deve disputada com o San Lorenzo(Argentina/foto), que conquistou de forma inédita a Libertadores após chegar virtualmente eliminado à ultima rodada da fase de grupos para então golear o Botafogo(daí pra frente realizaria uma temporada patética culminando com o rebaixamento confirmado na noite de ontem no Brasileiro), e eliminando nas sequência outros brasileiros, Grêmio e Cruzeiro. Com a benção do Papa Francisco, foi a terceira equipe a conquistar a Libertadores inédita de forma consecutiva, após Corinthians em 2012 e Atlético/MG em 2013. Se continuar a escrita, será que vai dar Fluminense em 2015? Se acontecer, só restará o Botafogo de "virgem de Libertadores" entre os grandes times do Brasil, se bem que tenho minhas dúvidas se o Fogão conseguirá se manter grande após esta nova queda. Os outros times do Mundial de Clubes da FIFA são:

Cruz Azul(México)
Sydney Wanderers(Austrália)
Auckland City(Nova Zelândia)
Setif(Argélia)
Moghreb Tetouan(Marrocos)

O torneio será realizado de 10 a 20 de dezembro. O Real estreia dia 16, o San Lorenzo dia 17, e se ambos confirmarem seu favoritismo, jogam a decisão dia 20. Os 3 jogos-chave da competição serão realizados sempre às 17:30, hora de Brasília.

CAPCOM CUP 2014

Após um ano inteiro de duros combates, foram definidos 15 dos 16 participantes, e também a programação da competição.

Programação(sempre horário de Brasília; em função do fuso horário de diferença de 6 horas com a Califónia, o torneio começa em nosso horário no dia 13 mas só vai acabar na madrugada de 14/12)

17:30 Abertura(lembrando que 17:30 também tem jogo do Mundial de Clubes, opção é que não vai faltar)
18:00 Exibição Modo Ômega, o Ultra Street Fighter IV de Rodoviária
18:30 Início do torneio oficial Ultra Street Fighter IV
21:00 Show do Intervalo(haha)
21;30 Continuação do Torneio
01:00 Cerimônia de Premiação
01:15 Anúncios especiais do Ono

Felizmente o torneio não vai acabar com o sol nascendo que nem o Street Fighter 25 anos de 2012(o Capcom Cup 2013 eu não vi porque dormi cedo, mas parece que acabou cedo), Infelizmente continua o tosco double-elimination ao invés de adotarem pontos corridos ou mini-copa do mundo. Em um post futuro vou viajar na maionese e postar minha visão de regulameto ideal para a Capcom Cup, assim como eu fiz há mais de 10 anos atrás quando bolei uma fórmula para o Campeonato Brasileiro estilo NBA(curiosamente a fórmula usada no Buzzerbeater é parecida com ela).
Os confrontos ainda não estão definidos, é certo que não haverá sorteio, se definirem os conforntos conforme a reputação dos jogadores, é certo que um dos confrontos será Daigo X Chuchu(mais famoso X menos famoso), agora, se for com cruzamento olímpico, o que é possível, temos duas possiblidades, uma com os candidatos divididos na ordem de classificação, e outra com campeões das "Copas do Brasil" colocados em cima e os G6 embaixo. Teríamos assim:

Opção 1:
Luffy(1) X Campeão Dreamhack(16)
PR Balrog(8) X Ricky Ortiz(9)
Snake Eyez(4) X Momochi(13)
Ryan Hart(5) X NuckleDu(12)
Bonchan(2) X Nishikin(15)
Infiltration(7) X Chuchu(10)
Xian(3) X Valmaster(14)

Justin Wong(6) X Daigo(11) UAU-o maior clássico da FGC logo na primeira rodada, não, não vão fazer isso

Opção 2:
Luffy(1) X NuckleDu(16)
Valmaster(8) X Nishikin(9)
Infiltration(4) X Justin Wong(13)
PR Balrog(5) X Xian(12)
Snake Eyez(2) X Chuchu(15)
Momochi(7) X Campeão Dreamhack(10)
Ryan Hart(3) X Ricky Ortiz(14)
Daigo(6) X Bonchan(11)

Nos três cenários possíveis que postei aqui, Chuchu teria uma vida muito difícil na competição. Ou pegaria logo de cara o melhor do mundo, ou o melhor dos EUA, ou o melhor asiático(excluindo o Japão), não vai ser fácil, passar da primeira rodada já seria como um título para nosso campeão).

Finalizando, dia 13 os cariocas também tem Tokurrasco(evento de tokusatsu com churrasco para fãs do gênero que fez sucesso no Brasil no fim dos anos 80 e início dos 90) e Hiroshi Watari no Anime Family(que, nesse mesmo gênero, ficou famoso aqui com os personagens Boomerman(do Jaspion), Spielvan e Sharivan). Dia 13 com certeza é um dia que os cariocas não sentirão tédio.



quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Dieminion conhece o Brasil



Sou fã do Dieminion. Natural dos EUA, é o melhor jogador de Guile do Mundo no Street Fighter atualmente, ficou a uma luta de de chegar à fase final, sendo derrotado pelo melhor americano da atualidade no game, o jogador de Zangief, Snake Eyez. Além disso, sou especialmente fã dele em Ultimate Marvel vs Capcom 3, onde ele é o único jogador top que consegue manter um jogo competitivo sem combos, fazendo apenas macete com bonecos de projétil, jogando com Morrigan, Viewtiful Joe e Dr. Strange. Inclusive o time que eu jogo é baseado no dele(ao contrário do que muitos podem pensar, já que o melhor e mais conhecido jogador de Morrigan no mundo é ChrisG). Mas o que importa neste post é que ele conheceu os 3 melhores jogadores do Brasil no Ultra Street Fighter IV neste fim de semana, durante a disputa do Cacomp 7(anagrama de Capcom), em Brasília. Para surpresa de muitos(o que não inclui nesta lista os espectadores que acompanham os torneios brasileiros com frequência), Dieminion sucumbiu seu chegar ao pódio, primeiro para Breno Fighters, que após derrotar Tokido em 2012 no qualificatória brasileira do torneio de 25 anos de Street Fighter, mais uma vez sai vitorioso diante de um jogador world-class, e depois para o jogador local DarkThi, bom jogador de Yun. Com sua eliminação, deu a lógica no restante da competição e pódio ficou com os 3 melhores jogadores brasileiros da atualidade: Keoma, Breno Fighters e Chuchu, que dominam as competições nacionais e se revezam nas primeiras posições. Nesta competição, eles ficaram posicionados na ordem citada acima. Como disse ao iniciar o post, sou muito fã do Dieminion, mas antes de ser fã dele, sou brasileiro.


Curtinhas

- Um dos comentaristas do Cacomp que mais parecia jogador de basquete fazia comentários redundantes(e parecia fazer de propósito, pois fazia piada dele mesmo na transmissão), usando termos como "fireball de fogo".
- No mesmo dia, foi realizado o Absolute Battle no Texas. Com um "feeling" the UFC, o torneio teve no Street mais um título de Snake Eyez, que após estar perdendo por 2 X 0 e ter perdido o primeiro round da possível luta final, virou o jogo, restou o chaveamento, fazendo 3 X 2 e posteriormente 3 X 1 em Ricky Ortiz(que só fui descobrir nesse dia que é fã de Hello Kitty e Sailor Moon- como também sou fã delas, tá tudo em casa)
- Semana passada durante o Canada Cup teve uma luta que o Filipino Champ venceu fazendo macetinho estilo King of Fighters. Quando o oponente se levantou, ele esquivou na cara dele com o Dhalsim e em seguida deu um balãozinho.