domingo, 24 de agosto de 2014

Brasil Decacampeão do Grand Prix

A Seleção Feminina de Vôlei conquistou pela décima vez o título do Grand Prix na manhã de hoje, ao vencer o Japão por 3 sets a 0, em uma campanha que teve na fase final 4 vitórias e apenas 1 derrota, após uma primeira fase invicta com direito a Tiger Robocop na semana passada.
Quem estava torcendo mais do que nunca para o Brasil ganhar do Japão de 3 X 0 no vôlei era o Globo. Se o Japão ganhasse um setzinho, teriam que, ou cortar o vôlei, ou não passar a largada da F-1, ou passar a F-1 com delay. Para felicidade geral da nação, a SFV varreu as nipônicas.
Em relação à transmissão, o que pode-se o concluir é o desprestígio da F-1 na "Poderosa", com índices de audiência sofrendo queda vertiginosa nos últimos tempos, nem os treinos classificatórios são exibidos mais na íntegra e a corrida de hoje correu o risco de não ser exibida ao vivo e na íntegra por causa de um evento de, apesar de ter uma seleção campeoníssima, dá baixa audiência em TV aberta.

sábado, 23 de agosto de 2014

31 anos depois da Jules Rimet

31 anos depois do roubo e derretimento da Taça Jules Rimet, que o Brasil conquistou em definitivo após conquistar o tricampeonato da Copa do Mundo de Futebol, um novo mico envolve o esporte brasileiro, um troféu de campeão do mundo, e o Rio de Janeiro: ontem à tarde, foram roubadas no estacionamento do Via Parque, na Barra, as taças dos Campeonatos Mundiais Masculino e Feminino de Vôlei, que serão disputados em breve. Ao contrário da taça do futebol, que tinha 3,8kg de ouro, as taças do vôlei não são feitas em metais nobres e por isso não tem valor comercial, mas, apesar disso, o Brasil novamente entra para os anais da história do esporte novamente.

http://globoesporte.globo.com/volei/noticia/2014/08/em-tour-no-rio-de-janeiro-tacas-dos-mundiais-de-volei-sao-roubadas.html
http://sportv.globo.com/site/programas/sportv-news/noticia/2014/08/renan-lamenta-roubo-de-tacas-do-mundial-de-volei-constrangedor.html
http://sportv.globo.com/site/programas/sportv-news/noticia/2014/08/ary-graca-diz-que-ja-mandou-fazer-novas-tacas-para-os-mundias-de-volei.html


domingo, 10 de agosto de 2014

Futebol feminino brasileiro = alien



Se no futebol masculino o Brasil não consegue mais demonstrar no campo com sua Seleção sua hegemonia, no futebol feminino o esporte jamais foi levado a sério. Tratado com preconceito, sem estrutura, parocínios, seriedade, investimentos, trabalho de base, clubes, isto, é sem nada, ele "sobrevive" a duras penas na base de talentos individuais, como Marta, Cristiane, Formiga e Érika. Quando a geração atual parar de jogar na Seleção, é provável que a distância entre o Brasil e os países que levam o futebol feminino a sério, como EUA, Alemanha e Japão, aumente. Sem renovação, a Seleção Sub-17 sequer conseguiu vaga para o Mundial da categoria e a Sub-20, após 2 tropeços, está prestes a ser eliminada na primeira fase do Mundial do Canadá para a Flalemanha de saias.

PS: Que fim levou Leah Fortune(foto)? Ela optou jogar a categoria adulta pelo Brasil(onde teria mais chance de ser titular e ser destaque do time) ou pelos EUA(onde teria muito mais chance de títulos)?

sábado, 9 de agosto de 2014

Thomas Donohoe

Uma nota que eu postei originalmente no face antes da Copa, mas não deu tempo de eu colocar aqui antes da copa:

Mais uma da Globo: na reportagem sobre Thomas Donohoe, um dos precursores do futebol no Brasil, fizeram de tudo para esconder o Bangu Shopping, na hora de falar e mostrar a estátua dele que fica lá, só usavam o termo "Terreno da antiga fábrica de Tecidos Bangu" e o enquadramento das imagens era feito de uma forma toda tosca para não aparecer nem o shopping nem o nome de nenhuma loja, tsc, tsc.

domingo, 3 de agosto de 2014

Ser esnobe custa caro



No início do ano passado, de uma forma muito suspeita, o Engenhão foi fechado de forma a apressar a reabertura do Maracanã para a disputa de jogos de times cariocas. Foi uma história muito mal contada, e que na minha opinião não passou de uma manobra da elite da cidade do Rio de Janeiro para evitar que clássicos locais continuassem a ser disputados no subúrbio, local que bacana não gosta de frequentar por ser "perigoso" e "longe"(curiosamente, em proporções infinitamente menores, o evento Anime Family, citado aqui pouco tempo atrás e realizado atualmente no bairro vizinho ao do Engenhão, sofre da mesma "barreira social"). Esse capricho tirou uma importante fonte de receitas do Botafogo, ajudando a destruir suas finanças, e vai custar muito caro para o clube: uma nova queda para a Segunda Divisão. E, pra finalizar o post botando lenha na fogueira, em nosso estado vizinho, os torcedores do "Todo Poderoso Timão" abraçaram o Itaquerão.

sábado, 2 de agosto de 2014

Eventos de anime na ressaca da Copa

Nesse fim de semana acontece o Anime Family. Adiado por um mês por causa da Copa(mês passado quando vi o site desatualizado pensei que sequer haveria edição de meio do ano dessa vez), dessa vez acontecerá não uma semana antes, mas uma semana depois do Anime Friends. Enquanto seu irmão paulista se manteve estável como um grande evento anual, o evento carioca, que no começo foi criado para ser "O Anime Friends Carioca" , uma espécie de aquecimento do Friends para quem iria nos dias, tendo ambos grandes atrações, hoje se tornou um evento comum, e vai decaindo a cada ano. Esse ano mais uma vez não tem atração internacional, a qualidade dos estandes e salas temáticas vem caindo a cada ano, e atração que me pareceu mais atraente para a edição deste semestre não é sequer uma atração relacionada a cultura japonesa, é o BWF(Telecatch).
Vale lembrar que não é só no meio dos animes que os cariocas carecem de um evento de qualidade, no meio dos games, desde 2012 a Rio Game Show/Brasil Game Show se mudou para SP.


sábado, 26 de julho de 2014

WL, WGP e suas múltiplas divisões



A Liga Mundial e o Grand Prix de vôlei sofreram drásticas mudanças no regulamento a partir desse ano, com a adoção de múltiplas divisões, aumento no número gigantesco no número de participantes e promoção e rebaixamento. À primeira vista, pode ser algo para se torcer o nariz, eu mesmo me espantei quando entrei no site da FIVB por causa do inchaço das competições, mas que na Liga Mundial mostrou que, graças à separação entre divisões, aconteceu exatamente o contrário: afunilamento da competição e jogos da primeira divisão em sua totalidade bastante disputados e em altíssimo nível, mostrando que a decisão da federação foi acertada. O Brasil sentiu na pele a dificuldade da competição e quase foi eliminado na primeira fase, mas conseguiu a classificação para a fase final na bacia das almas e, no último domingo, terminou a competição com o vice-campeonato, que dadas as circunstâncias, não deve ser considerado um resultado ruim e dá esperanças para a conquista do tetracampeonato mundial na Polônia, no maior desafio do ano a ser disputado em setembro. No feminino, não deve haver grandes mudanças na primeira divisão, já que o Grand Prix durante a maior parte de sua existência foi disputado com 12 equipes, o ganho maior será para as equipes da segunda e terceira divisões, que poderão disputar competições de nível internacional com equipes parelhas, podendo desenvolver o seu vôlei ao longo dos anos. E o campeão da segundona ainda ganha, além do acesso, vaga para a fase final da primeirona. na Liga Mundial a Austrália não fez nada, mas no Grand Prix quem sabe não surge um "São Caetano" da vida no fim do mês?

(sobre a foto que ilustra o post: está disponível no site oficial da FIVB e botei ela aqui, achei ela curiosíssima, mostra a seleção da Croácia com uma jogadora chamada Senna e usando o número 1, impossível não lembrar do nosso maior esportista de todos os tempos)

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Europa quebrando tabus (2)



 Justin "Walter": melhor momento da EVO 2014
 Yoshiki é ele ou ela?

Neste domingo, pela primeira vez na história, um jogador europeu não apenas chegou na fase final do torneio de Street Fighter IV de uma edição da Evolution, a Copa do Mundo dos jogos de luta, como também venceu incontestalvemente o torneio. O francês Luffy, jogador de Rose, conquistou a glória ao vencer o japonês Bonchan(Sagat) na final, após um torneio com muitas zebras, com vexames de favoritos como Daigo, Infiltration e PR Balrog(este último também passou vergonha em Ultimate Marvel vs Capcom 3). Foi uma EVO muito disputada com partidas emocionantes, porém ligeiramente inferior à edição de 2013, por algumas falhas da organização, como por exemplo, a ausência de um terceiro canal permanente de transmissão do torneio, e o descaso com KOF XIII(vindo de americano isso não é exatamente novidade), além de que nenhum momento superou o Infiltration jogando de Hakan na edição 2013. A final de Marvel ano passado também foi melhor, apesar de...
O momento mais divertido do evento na minha opinião foi quando Justin Wong comemorou seu título na Marvel. Ao melhor estilo Walter Gordinho(aquele do Fluminense, ex-Goiás), ele literalmente "deitou e rolou" na arena.
Outra que os americanos tiveram que engolir: pelo terceiro ano consecutivo, a melhor final do evento não foi nem de um jogo da Capcom, nem de um jogo americano. Em 2012/13 foi KOF XIII. Desta vez, foi Blazblue Chrono Phantasma, onde quando sempre parecia que quando tudo estava acabado e Dogura iria vencer com seu Azrael, Garireo conseguia reagir e virava o jogo com Litchi. Ao término da final, Garireo não conteve a emoção e chorou copiosamente com a vitória, enquanto na cerimônia de premiação o vice-campeão Dogura era o único triste, era a imagem da derrota, a mesma expressão que o Messi faria poucas horas depois no Maracanã, em uma profunda manifestação da Lei de Nelson Piquet(onde o "segundo é o primeiro perdedor"). Mais não foi o único fato interessante das finais de BB: quem terminou em quarto lugar foi uma cosplay de Rachel chamada Yoshiki. Não tenho certeza se ela é mulher de verdade ou é uma Kayo Police da vida, mas se for mulher mesmo, acho que é a primeira a chegar na fase final de um torneio da EVO(torneio feminino de 2010 do Super Street Fighter IV não conta por razões óbvias); não lembro se a Kayane já conseguiu TOP 8 de Soul Calibur em alguma edição anterior do evento.

Europa quebrando tabus



Neste domingo, pela primeira vez na história das Copas dos Mundo, um time europeu conquistou a competição dentro da América, com a vitória da Alemanha sobre a Argentina por 1 X 0 na prorrogação. Assim como na Copa da África, no começo da competição a imprensa ficava com a ladainha de "Copa das Américas" por causa da eliminação precoce de seleções europeias de segundo escalão na primeira fase, porém pelo terceira vez seguida, é uma seleção da Europa que vence, cada vez em um continente diferente, ampliando sua hegemonia perante a América do Sul.
Os brasileiros ficaram tirando sarro dos argentinos por causa da derrota, porém nós não temos moral para zoá-los, nossa seleção tomou 10 gols em 2 jogos, ficou 2 posições atrás jogando dentro de casa, na nação que se auto-intitula "o país do futebol"(quem tem todo o direito de tirar sarro dos adversários são os alemães que ganharam a Copa, ao contrário do ridículo "O Globo" que os chamou na capa da edição de ontem de "debochados", zoação sempre fez e sempre fará parte do futebol, politicamente correto às vezes enche o saco - as mulheres que o digam). Se nosso país fosse sério, com a monocultura do futebol que nós temos, deveríamos ter uma seleção dominante perante os demais países do mundo, mais ou menos como são os EUA com as suas seleções de basquete, o que falta aqui são dirigentes sérios, jogadores mais humildes, reciclagem dos treinadores e vergonha na cara.Nos clubes o buraco é mais embaixo porque nossa economia é apenas emergente, mas pelo menos na seleção pela forma como o esporte bretão é valorizado deveríamos ter uma seleção sempre nas cabeças. Monocultura do futebol que aliás, me faria naturalizar estrangeiro se eu fosse atleta profissional de algum esporte olímpico, apesar do Brasil ser no fundo bem legal. Nem o vôlei que ganha tudo é valorizado, quando passa na TV aberta(o que já é raro) fica disputando segundo lugar de audiència com o SBT, e times campeões(ou quase) como Cimed, RJ Vôlei ex-RJX e vôlei Amil não têm continuidade por corte de patrocínio... enquanto isso quem tem todos os holofotes para si... 7 X 1, tsc, tsc...

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Grade de programação da EVO 2014

Sexta 11/7

12:00

Super Smash Bros Melee - twitch.tv/srkevo1
Injustice - twitch.tv/srkevo2
Ultra Street Fighter IV - twitch.tv/capcomfighters

14:00

Tekken Tag Tournament 2- twitch.tv/srkevo2

16:00

Injustice - twitch.tv/srkevo2

18:00

Tekken Tag Tournament 2- twitch.tv/srkevo2

20:00

Tekken Tag Tournament 2- twitch.tv/srkevo1
Super Smash Bros Melee - twitch.tv/srkevo2

22:00

Ultra Street Fighter IV - twitch.tv/srkevo1

Sábado 12/7

12:00

Ultimate Marvel vs Capcom 3 - twitch.tv/srkevo1
Killer Instinct - twitch.tv/srkevo2

14:00

Super Smash Bros Melee - twitch.tv/srkevo2

16:00

Injustice -  twitch.tv/srkevo1

18:00

King of Fighters XIII -  twitch.tv/srkevo1
BlazBlue Chrono Phantasma -  twitch.tv/srkevo2

22:00

Ultimate Marvel vs Capcom 3 - twitch.tv/srkevo1

0:00

Killer Instinct - twitch.tv/srkevo2

Domingo 13/7

13:00

BlazBlue Chrono Phantasma -  twitch.tv/srkevo1

15:00

Killer Instinct -  twitch.tv/srkevo1

17:30

Super Smash Bros Melee -  twitch.tv/srkevo1

20:00

Ultimate Marvel vs Capcom 3 -  twitch.tv/srkevo1

22:00

Ultra Street Fighter IV -  twitch.tv/srkevo1

Comentário: Menos transmissões que no ano passado(esse ano não tem o canal srkevo3), concorrência com a Copa do Mundo... para o telespectador (ou, como diz o comercial da Claro, o Sofanático) esta EVO como um todo tende a ser inferior que a edição 2013... tende a ser, porque o prato principal, o torneio de Ultra Street Fighter IV, será o maior torneio da história da franquia. Tomara que no ano seguinte passem usar os 3 dias para Street, ou até mesmo estendam em um dia a mais o torneio, quem sabe... mas voltando ao torneio deste ano, são 16 os cabeças de chave, se eles cofirmarem o primeiro lugar em seus grupos, e chegarem invictos ao mata-mata, teremos os seguintes confrontos nas oitavas de final da chave principal:

Infiltration X Haitani
Tokido X Xian
Ryan Hart X Kazunoko
Momochi X Fuudo
PR Balrog X Sakonoko
K-Brad X Mago
Justin Wong X Bonchan
Ricky Ortiz X Daigo

Gostei bastante, se Daigo e Infiltration(meus jogadores favoritos do game) não perderem, só se enfrentarão em uma épica final da Winners Bracket. Meus palpites no bolão do Portal Versus incluem eles, é claro. Confira a lista dos meus palpites para os classificados para a fase final:

Daigo
Infiltration
Momochi
Sakonoko
Xiaohai
Ricky Ortiz
Smug
Dieminion

(pra não perder a piada e o embalo desta dose dupla de posts neste dia que marca o início do evento, enquanto você lê este post a Alemanha faz mais um gol)