quinta-feira, 23 de abril de 2015

Democracia da NBA e Final do Brasileirão 2014

1 - A NBA dá uma lição na CBF e mostra como é importante uma divisão democrática dos diretos de transmissão dos jogos de sua competição. Ao contrário do monopólio do futebol global, temos 4 canais exibindo o melhor basquete do mundo(Sportv, ESPN, Sports+ e Space) o que está garantindo jogos dos playoffs sendo transmitidos todos os dias, e, o que é melhor: grande parte deles.
2 - Confrontos dos brasileiros nas oitavas de final da Libertadores: Corinthians X Guarani(o do Paraguai, não o de Campinas, que pena), Internacional X Atlético/MG, e... Cruzeiro X São Paulo! Enfim, para quem vive reclamando do formato de pontos corridos do Campeonato Brasileiro, taí, enfim, o confronto no mata-mata entre o campeão e o vice do ano passado. Quem vencer é o campeão moral do Brasileirão 2014. :P

terça-feira, 21 de abril de 2015

E se Nossos Times Fossem Americanos?

O ilustrador Samir Talar criou versões de escudos de cada um dos 12 time grandes do futebol brasileiro no formato "americano", com seus mascotes estampando o logo de cada um deles. Ficou bem legal.

link

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Rapidinhas 20/04/2015

1 - Essa semana vendi a primeira cartela de selos das Olimpíadas. Fiquei muito feliz por eu ser fã de esportes olímpicos. A cliente ainda comprou dois selos avulso do tiro com arco, o que me fez lembrar deste fanfic, já que entre as personagens que criei para ele, tem duas arqueiras. Uma apareceu logo no início da trama, e a outra vai dar as caras mais para a frente.
2- Lembrei na última madrugada de uma das minhas séries favoritas: Langrisser. Motivo: no programa do Cristiano Santos da Tupi, teve uma ouvinte chamada "Clarete", isto é, era xará de uma das gatinhas do Langrisser V.
3- Enchendo ainda mais linguiça sobre o post: cito aqui o nome "Anri". Até hoje só conheço duas personagens com esse nome, mas ambas foram muito marcantes em minha juventude. A primeira era a andróide atrapalhada do tokusatsu mais famoso,no Brasil, "O Fantástico Jaspion". E a segunda, que conheci mais de uma década depois, é a princesa de Guardiana, uma poderosa feiticeira do primeiro "Shining Force".

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Pitty decepciona como Cassie Cage

Havia expectativas e esperanças de que a roqueira Pitty calasse a boca dos críticos e fizesse um bom trabalho na dublagem da personagem Cassie Cage no recém lançado "Mortal Kombat X". Ficou artificial, robótica, e... nada contra, mas como bônus, muita gente ainda vai reclamar do sotaque baiano.
Edit: Bem que alguma menina fã de Mortal Kombat X podia usar o Dubmash para dublar a Cassie Cage... melhor que a Pitty.
http://odia.ig.com.br/noticia/mundoeciencia/2015-04-13/dubsmash-atrai-milhoes-de-usuarios-e-vira-febre-entre-anonimos-e-famosos.html

domingo, 12 de abril de 2015

Como conheci Morning Musume

Compilação de duas postagens que fiz no Facebook na madrugada de ontem, achei interessante postar aqui, afinal não foge do tema do blog, pois tem mulher(Morning Musume) e esportes(vôlei).

E foi assim que conheci a girl band "Morning Musume", ao contrário da maioria que conheceu em sites de anime/j-pop etc. Lembro que eu assisti todos os jogos das seleções feminina e masculina do Brasil no Mundial de vôlei 2006, ambos realizados no Japão, e na época a galera reparou que tocava uma música de j-pop nos pedidos de tempo e intervalos de set. A música "Ready Go!", cantada originalmente pela dupla WaT não agradou aos fãs brasileiros de vôlei, mas agradou a "galera do anime" como eu, com essa que foi a música tema dos eventos em questão. Pesquisando no Youtube, enfim encontrei essa versão divertida.


Esse vídeo tem na primeira parte a versão original do WaT. Lembro que quando vi o vídeo pela primeira vez, na época, fiquei bem frustrado por essas apresentações não serem liberadas no sinal internacional das transmissões da FIVB. Vale lembrar também que "Ready Go!" foi a primeira música que usei como tema no Pokemon Competitivo, pois foi naquela época que descobri que dava pra jogar pokemon competitivo online, enfim comecei a jogar "contras" de Ruby e Sapphire no programa usado na época, o atualmente obsoleto "Net Battle".

terça-feira, 7 de abril de 2015

Rapidinhas 07/04/15

1 - Perto do meu trabalho fica o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, e sempre vem em minha agência gente de lá. Vários deles são gringos, e, o que há de mais legal... muita gringa gatinha.
2 - Várias vezes quando meu posto de trabalho está pra abrir fica gente na porta esperando. Me lembro de quando eu era rato de fliperama, adorava fazer isso nos botequins do meu bairro. Bons tempos.

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Daigo garante vaga na Capcom Cup 2015

Agora há pouco, o japonês Daigo Umehara, o Ayrton Senna dos jogos de luta, venceu o torneio do Ultra Street Fighter IV do Norcal Regionais demonstrando total supremacia sobre seus oponentes, e, após vencer na final Gamerbee, de Taiwan, carimbou o passaporte para a Capcom Cup 2015, que será realizada em dezembro, se juntando ao Xian, de Cingapura, vencedor do Final Round, e Mago, do Japão, vencedor do Hypespotting. Dessa vez o Daigo garantiu sua vaga bem no início do ano e terá bastante tempo para se preparar para o torneio. Esse ano acho que ele leva.

domingo, 29 de março de 2015

RBK (Red Bull Kumite)

Enfim, um grande torneio de Street Fighter que pela primeira vez no ano me ocupou boa parte do dia: o RB Kumite(na verdade é Red Bull Kumite, mas gosto de fazer essa piada neste espaço para fazer referência à Rede Globo -  RGT nas redes sociais -  e sua postura de não mencionar os patrocinadores de times/eventos em seus programas, sendo que a Red Bull é uma de suas principais vítimas, o exemplo mais conhecido é da equipe de Fórmula 1 Red Bull Racing, que nas transmissões da "poderosa" vira "RBR", e o mais frequente atualmente é do time paulista de futebol Red Bull Brasil, que na Vênus Platinada virou "RB Brasil"). Foi um torneio muito divertido, um verdadeiro show dentro e fora dos videogames, sendo na prática uma mini Capcom Cup. Principais fatos do evento:

1 - O japonês Bonchan foi o vencedor. Engoliu na final em uma luta emocionante seu compatriota Tokido, que durante o torneio provou seu adversário à lá WWE. E antes de disso o Bonchan havia derrotado o francês Luffy, se vingando da derrota na final da EVO 2014, mostrando que aquela vitória foi um acidente.
2 - Daigo mais uma vez perdeu para alguém que escolheu um boneco específico para anular seu Evil Ryu, desta vez foi o Bonchan com o Ryu normal.
3- Foi dito na transmissão que o Gagapa estava jogando o torneio na hora de seu almoço. Caraca, me imago às vezes dentro de um evento na hora do meu almoço no Centro de Convenções Sul América por eu trabalhar perto de lá, mas não achava essa situação verossímil. Caso não tenha sido zoação do narrador, é claro.
4 - Chuchu se redimiu, jogou muito desta vez. No primeiro confronto, jogou mal contra Valmaster e perdeu, mas depois venceu muito bem Cuongster com direito a perfect, e foi posteriormente eliminado pelo Nemo em sets duríssimos em que o brasileiro poderia perfeitamente ter vencido. Fica a esperança do Brasil ter chances reais de ganhar uma grande major internacional com mais rodagem de nossos jogadores.
5 -  Os jogadores tinham temas de entrada no hexágono no torneio, todos eles de anime ou tokusatsu.
6 -  Tevc transmissão em português feita pela equipe da Capcom Unity! Que legal!
7 - Finalizando: espero que ele se torne um evento anual e o RB Kumite tenha tido apenas a primeira de muitas edições.
Edit 29/03:
8 - O narrador brasileiro disse que na Capcom Cup Chuchu quase eliminou Bonchan. Calma... ele foi dominado naquela luta, o narrador viajou, "galvanizou" legal, como eu diria nos tempos de "Malas do Esporte".
9 - A RB deu uma de RGT e indentificava os competidores sem o nome do patrocinador. Foi o primeiro torneio de jogos de luta que vi isso. E não custa nada lembrar que nenhum dos jogadores do time EG(Justin Wong, Ricky Ortiz, PR Balrog, Momochi e K-Brad) foram convidados, por eles terem entre os patrocinadores um concorrente da Red Bull, o energético Monster.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Faltam menos de 500 dias para a Rio 2016

E vou aproveitar a fazer um jabazinho, apesar de eu pessoalmente não ser fã de selos:

link

Lançamento de selos celebra 500 dias para Jogos Rio 2016

Para comemorar a marca de 500 dias para a realização dos Jogos Rio 2016, os Correios lançam hoje (24) a emissão especial “Série Modalidades Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016”. São 10 selos, que retratam nove modalidades olímpicas e uma paralímpica: basquete, rúgbi, levantamento de peso, remo, esportes aquáticos, tiro com arco, ciclismo, badminton, luta livre e atletismo Paralímpico.
Concebida por meio de técnicas digitais e tradicionais pelo designer gráfico e ilustrador José Carlos Braga, a folha com selos forma um painel que ressalta a identidade visual dos Jogos Rio 2016, destacando os atletas em ação e os movimentos mais característicos de cada modalidade. A tiragem é de 2,4 milhões de selos, que podem ser adquiridos a R$ 1,30 cada nas agências dos Correios, na loja virtual (www.correios.com.br/correiosonline) e na Central de Vendas a Distância (centralvendas@correios.com.br). Até a realização dos Jogos, serão lançadas mais duas emissões especiais sobre o tema.
Incentivo ao esporte – Há mais de 20 anos os Correios incentivam o esporte brasileiro — hoje, são patrocinadores oficiais das modalidades olímpicas Esportes Aquáticos, Tênis e Handebol. Por meio desses patrocínios, a estatal apoia o desenvolvimento dos atletas de ponta e mantém escolinhas que atendem milhares de crianças e adolescentes. Os Correios também patrocinam o Time Brasil e participam do Plano Brasil Medalhas — maior programa esportivo do mundo de patrocínio individual, lançado em 2012 pelo Ministério do Esporte, com objetivo de classificar o País entre os dez primeiros colocados nos Jogos Olímpicos e entre os cinco primeiros dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro.
Além de patrocinadores dos Jogos Rio 2016, os Correios são os operadores logísticos oficiais do evento, quando ficarão encarregados pelos serviços de transporte, armazenagem e distribuição de itens. A estatal venceu um processo seletivo que contou com a participação de gigantes multinacionais de logística e  repete a experiência bem sucedida da operação logística dos Jogos Pan Americanos de 2007 do Rio de Janeiro, quando ficou responsável pelas atividades de logística — foi a primeira vez no mundo em que um operador postal realizou uma trabalho deste tipo para o evento.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Luana Pinheiro, musa paraibana do judô

Estava passando pelo globoesporte.com hoje e me deparei com esta bela judoca paraibana que eu ainda não conhecia: Luana Pinheiro, de 22 aninhos. Ela esbanja beleza nos tatames, tem várias fotos sensuais pela web e recusou convite para posar nua. Competitivamente falando, ela ainda não atingiu nível olímpico e está fora das Olimpíadas Rio 2016, mais sonha com uma vaga para Tóquio 2020 após ganhar mais experiência no próximo ciclo olímpico.
Reportagem local exibida pela afiliada local da Globo na Paraíba.Galeria de fotos Globo Esporte.com
Galeria de fotos Esporte Fantástico
Galeria de fotos Torcedores.com
Férias com o namorado
Facebook
Instagram