quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

RB Kumite

Red Bull Kumite(o título foi uma brincadeira com os malabarismos que o Grupo Globo faz para não citar o nome de marcas famosas quando elas nomeiam eventos, times, etc) é um torneio que acontecerá no final de Março que reunirá 14 jogadores, entre eles os países representados são EUA, Japão, Cingapura, Reino Unido, França, e... Brasil! Seremos representados neste grande torneio de Ultra Street Fighter IV!

link

PS: Anunciado há pouco a nova temporada do WNF, que agora será disputa online entre jogadores de EUA, Canadá e México, Wednesday Fight Nights Online Edition:

link

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Mascote expulso

Parece que foi o que ocorreu no Sul-Americano sub-20, torneio que dá 2 vagas para as Olimpíadas(o terceiro entra se o Brasil for campeão ou vice) e 4 para o Mundial da categoria. Que fato inusitado... falando nisso ainda faltam 4 rodadas a serem disputadas, 1 amanhã, e as outras 3 nos dias 1, 4 e 7 de fevereiro.
link 1
link 2
Hehe, não teve nada a ver com cartão vermelho, ele simplesmente foi expulso da foto da seleção. Hilário.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Brasileiro de LOL ganha cara de futebol

http://g1.globo.com/tecnologia/games/noticia/2015/01/brasileirao-de-league-legends-ganha-cara-de-futebol-com-2-divisao.html

'Brasileirão' de 'League of Legends' ganha cara de futebol com 2ª divisão

Circuito Brasileiro (CBLoL) terá torneio paralelo com equipes menores.
 

'Ideia é chegar mais perto de esporte tradicional', diz gerente da Riot.

No ano passado, as disputas profissionais de "League of Legends" no Brasil tiveram um clima de competição para esporte nenhum botar defeito. Mas em 2015, o game pode ganhar de vez a cara da paixão nacional dos brasileiros. Isso porque, além de ver sua final sendo realizada no estádio do Palmeiras, o cenário competitivo nacional de "League of Legends" contará com uma "segunda divisão", onde times de menor expressão terão a chance de disputar o acesso e jogar contra a elite nacional. Quem é que não gosta de uma zebra?

"É a chance de novas equipes, novos talentos, aparecerem, poderem subir no meio da temporada para a liga principal e ter a chance até de ir para o mundial representar o Brasil", diz Philipe "PH" Suman, gerente de eSports da Riot Games no Brasil, em entrevista ao G1. (Assista ao vídeo acima.)
Isso porque o Circuito Desafiante, que é esse torneio de azarões, será realizado em paralelo com o Circuito Brasileiro de "League of Legends" (CBLoL), a liga principal. Em 2014, a Kabum levou o "brasileirão" e disputou o mundial.
Lep, toplaner da Kabum, cumprimenta jogador da Cloud 9 após partida no mundial de 'League of Legends' (Foto: Divulgação/Riot Games)Kabum venceu CBLoL em 2014 e foi para mundial
em Cingapura (Foto: Divulgação/Riot Games)
Ao fim da primeira etapa do CBLoL, que culmina em um evento em Florianópolis (SC) no dia 18 de abril, as três equipes melhores pontuadas na "segunda divisão" jogam contra os lanternas da "série A".
Segundo "PH", a ideia da liga de acesso é justamente "chegar mais perto de um esporte tradicional", como o futebol, "para facilitar que as pessoas entendam melhor o formato". Mas também dar chances de os times menores continuarem na temporada após a primeira etapa e crescerem no cenário competitivo brasileiro.
"A gente quer que elas se desenvolvam e tenham chance de chegar em um nível de jogo que as equipes profissionais têm (..) E dar a oportunidade para que elas provem para elas mesmas e para a comunidade que estão prontas", afirma "PH".
Totalizando as duas primeiras etapas e o evento comemorativo de fim de ano, em Goiânia (GO), o circuito brasileiro de "League of Legends" irá distribuir cerca de R$ 570 mil em premiações neste ano.
O local tem 350 m², segundo a Riot Games, e áreas para narradores, comentaristas, analistas, jogadores e entrevistas (Foto: Bruno Araujo/G1)Estúdio de 'LoL' em SP tem 350 m², segundo a Riot Games, e áreas para narradores, comentaristas, analistas, jogadores e entrevistas (Foto: Bruno Araujo/G1)

O estúdio

Se em campo o CBLoL de 2015 promete um cenário competitivo ainda mais profissional, fora dele a situação não é diferente. Para a temporada deste ano, a Riot Games terá um estúdio de 350 m² na Vila Leopoldina, bairro da Zona Oeste de São Paulo (SP). O local será usado semanalmente para sediar as partidas do campeonato brasileiro e também para transmitir os torneios norte-americano e europeu. Veja FOTOS do estúdio.
É de lá que as oito equipes do CBLoL – Pain Gaming, Keyd Stars, Kabum, CNB, INTZ, Kabum Black, Jayob e Dexterity – lutarão para seguir na ponta da elite nacional em um calendário mais longo que no ano passado. As partidas começam neste sábado (17) e terminam só em agosto, com a final em São Paulo (SP).

sábado, 24 de janeiro de 2015

Jogos da EVO 2015



Em ordem alfabética:

Guilty Gear Xrd
Killer Instinct
Mortal Kombat X
Persona 4 Arena Ultimax
Super Smash Bros Melee
Super Smash Bros Wii UTekken 7
Ultimate Marvel vs Capcom 3
Ultra Street Fighter IV

Comentários:

Street, Melee e Marvel eram pule de 10.
KOF por jogo impopular nos EUA saiu do torneio, o prêmio de consolação é que isso abriu brecha para um segundo anime game no torneio(inexplicavelmente muitos americanos consideram KOF como anime game, entre os "quase" anime games, acho Marvel muito mais próximo deles do que KOF). Blazblue também saiu, e os escolhidos para entrarem no lugar foram Guilty Gear e Persona. Mas poderia muito bem ser Blazblue e Under Night in Birth, esse foi um ano de ouro para o gênero só com peso pesado.
Tekken 7 substitui Tekken Tag 2. Não deixa de ser surpresa por ser um jogo que será disputado em arcado. Sobrou para o Dead or Alive, que mesmo com o Last Round a ser lançado em breve, está mais uma vez de fora da Copa do Mundo dos jogos de luta.
Mortal Kombat X substitui Injustice.
Killer Instinct fica por ser jogo americano, o bairrismo nessas horas fala mais alto.
Smash 4 é a grande surpresa, é o jogo "adicional" do torneio, a sua entrada é ainda mais polêmica que a permanência de Melee.

Acabaram as apostas para os jogos do torneio, e agora começa um novo bolão: quais os 5 jogos que terão a honra de terem sua fase final disputada no dia principal do torneio, o domingo. Pra mim entram:

Street
Marvel
1 Smash(voto em Melee por ter uma cena já estabilizada)
1 anime game(voto em Guilty Gear por ser da nova geração)
1 entre Mortal, KI e Tekken(voto em Mortal por ser jogo americano lançado em 2015)

Os outros 4 terão suas finais distribuídas entre a sexta e o sábado; quantos e quais ficarão em qual dos dois dias não fão a minima ideia, já que a distribuição deles vai depender do Street, já que há uma expectativa dele finalmente ser disputado em 3 dias ao invés de 2. Apesar da expectativa ser mais dos espectadores, na prática não devem fazer isso a menos que o número de inscritos em Marvel caia drasticamente.

E, para finalizar, vale lembrar que esse ano a EVO será disputada entre 17 e 19 de julho, havendo choque de datas com o Pan-Americano de Toronto. No ano passado houve choque com os dois últimos jogos da Copa do Mundo FIFA, mas não houve problema pois era pouco tempo líquido de futebol e coincidência(ou não) foram disputados jogos ruim nos horários de Brasil X Holanda e Alemanha X Argentina. Mas, neste ano, fãs de esporte como eu precisarão realizar uma dura escolha, pois no Pan o couro come o dia todo, são 3 dias inteiros a menos de competições para assistir quem optar pela EVO.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Rapidinhas do Esporte - 2015/01

1- Que fim levou Gabriela Ferreira, a comentarista mirim torcedora do Ituano que foi sensação na primeira metade dos anos 2000? Hoje ela já é uma mulher adulta... e deve ter virado uma gata!
2- Rede Globo fazendo escola: a Rádio Tupi semana passada chamou o time de futebol "Red Bull Brasil" de "RB Brasil" para não mencionar o nome da empresa de energéticos dona do time. Fico curioso se ele subir para a primeira divisão paulista... como ele será chamado nas transmissões?  RB Brasil? RB? RBR? RBF? RBFC? Afff...
3- Diferença de tratamento: enquanto o amistoso Corinthians X Bayer Leverkusen teve TV aberta para SP, Flamengo X Shaktar sequer passou no Sportv.
4- Na virada do mês começa o Campeonato Carioca. Já fui bem mais radical contra os campeonatos estaduais, tive até comunidade contra eles no Orkut, ainda acho que é necessária uma reformulação completa em sua fórmula de disputa, mas recuei um pouco. Acompanhando de perto a cena de jogos de luta, percebi melhor como, em qualquer modalidade, é importante ter uma cena forte e competitiva em âmbito local para que futuramente ocorra o triunfo a nível nacional e mundial.