sábado, 13 de abril de 2019

Tensão na Reta Final dos Estaduais

1- Espero estar redondamente enganado, mas o jogo de Vasco X Flamengo domingo no Engenhão caminha a passos largos, infelizmente, para uma pancadaria generalizada entre as torcidas dos dois times. Mais uma vez. Quem é torcedor de verdade, prefira ver o jogo na TV. Sem dúvidas.
2- É impressionante como no futebol se vai do céu ao inferno em um piscar de olhos, principalmente em times grandes. Ano passado o Palmeiras fez uma temporada impecável, era o exemplo a ser seguido, o time a ser batido. Agora, perdeu a semifinal do Estadual para o rival, tem que mandar todo mundo embora, trocar o time todo, só tem pipoqueiro. Já dizia a Band News que, em 15 minutos, tudo pode mudar!

sábado, 6 de abril de 2019

Rapidinhas 06/04/19

1- Adeus, Esporte Olímpico Brasileiro. Nossos atletas devem perder os recursos da Lei Piva nesta segunda.
2- Brasileiro Tarcísio Júnior é vice no Mundial de Just Dance. Ele começou a competir no Museu do Videogame no Nova América.
3- O Esporte Espetacular agora terá um quadro de e-esportes apresentado por Nyvi Estephan. A partir de amanhã, na Globo.
4- Flamengo na elite do vôlei feminino na próxima temporada da Superliga. Meninas orgulho da nação. Porque o futebol...
5- O Flamengo está em uma situação delicadíssima na Libertadores. Tem 6 pontos, mas faz apenas mais um jogo em casa. Os dois jogos fora são muito difíceis. LDU só tem 4 pontos ,mas encerra a primeira fase fazendo 2 jogos em casa. Mesmo se perder pro Peñarol na semana que vem, fazendo o dever de casa nas duas última rodadas chega a 10, podendo terminar na frente do Flamengo. A primeira vaga já é do Peñarol. A segunda será decida no jogo de Quito entre LDU X Flamengo. Tá pintando cheirinho mais uma vez. Aliás, falando nisso, não é só o Flamengo, todos os brasileiros em geral estão tendo muito mais dificuldade que nos anos anteriores na primeira fase da Libertadores. Dessa vez acho que teremos poucos compatriotas no mata-mata...

Power Rangers Battle For The Grid

Comprei o Power Rangers de luta. Achei legalzinho, jogabilidade fácil e divertida, com muitos combos ao melhor estilo Marvel e DbZ. Não sei ainda se o jogo vai vingar competitivamente porque a competição é muito forte, mas sempre é bom ter uma opção a mais. O ponto fraco que pode afastar alguns jogadores casuais são os gráficos(padrão "KOF 14") e as músicas repetitivas, além de poucos modos de jogo, o que não dará muitas horas de jogo para que não quiser se dedicar a jogar o game competitivamente. O jogo vem com 9 personagens iniciais:

Tommy: protagonista(nada mais justo, ele vem na versão ranger verde de MMPR). O mais conhecido e icônico ranger sem dúvida.
Jason: ranger vermelho da formação original do MMPR, primeiro líder da equipe, não podia ficar de fora do game também.
Gia: ranger amarela de Power Rangers Super Megaforce. É a versão sabanizada da Gokai Yellow de Gokaiger. Acredito que ela seja bem popular entre os ianques, já que era ela quem completava o trio com o Jason e o Tommy nos vídeos promocionais de divulgação do game.
Ranger Slayer: Kimberly(Ranger Rosa Original) do mal)
Mastodon Sentry: Ranger Preto Oringinal do Mal
Lord Drakkon: é o vilãozão do game. É a versão maligna do Tommy. Não conhecia. Li hoje a história dele na Wikia dos PR e achei um personagem bem interessante. Só não sei se é canônico.
Kat: diretamente de Power Rangers SPD. É a versão sabaniszada da Deka Swan do Dekaranger. Preferia a contraparte do Dekamaster, mas....
Magna Defender: Sexto Ranger do PR na Galáxia Perdida/Gingaman
Goldar: Vilão clássico do MMPR/Zyuranger.

Você também pode escolher um gigantão como "striker". Pode ser o Mega zord Original, Dragon Zord ou Goldar gigante.

domingo, 31 de março de 2019

Rapidinhas 31/03/19

1- Marquei bobeira e não peguei a musiquinha(nem a roupinha) do Guts Man para o Balrog no Street Fighter V. Não ligo em deixar de pegar roupas, mas a trilha sonora faço questão de pegar todas as músicas. Agora vou ter que ficar de olho na data de relançamento das batalhas extras.

2- Quase toda semana eu sonho com KOF, jogando o game em casa com amigos ou batendo contras no fliperama. Sem dúvida é o jogo de luta que sinto mais falta.

3- Comprei o Under Night ano passado na primeira promoção boa depois do lançamento da última atualização na PSN. Joguei poucas vezes, porque ele de eu ser pato no jogo, ele não tinha cena. É... não tinha, agora tem! Parece que a situação mudou da água pro vinho depois que o jogo foi anunciado na EVO. Enfim "descobriram" o game e suas qualidades. Que bom!.

4- Quando eu abandonar de vez os jogos de luta, a lição que eu vou levar é: valorize sempre os competidores e campeonatos locais, a "cena local". Nos últimos anos tenho me divertido com Campeonato Carioca depois de mais de 10 anos deixando de lado o evento e tendo no passando até um grupo "contra" ele no Orkut.

5- Flamengo vai jogar com o time reserva hoje na final da Taça Rio contra o Vasco. Perfeito! Descansa para o jogo da Libertadores de quarta, elimina o Fluminense do Carioca e cruza com o Bangu na semifinal da semana que vem. O bom esportista também tem que ser bom de estratégia, às vezes tem que se colocar o regulamento debaixo do braço.

6- Deixou chegar, ninguém segura! Quase certo de termos o Flamengo na Superliga Feminina ano que vem! Te cuida, Osasco!

7- Ingresso do Dreamhack a 200 pilas! Ferrou pra mim!

sábado, 9 de fevereiro de 2019

Shining Force GBA

Comecei ontem, enfim, depois de 15 de lançamento do game e de 7 anos sem jogar nenhum game da franquia, a jogar o remake do primeiro Shining Force, o "Shining Force: Ressurrection of the Dark Dragon" para Game Boy Advance. Estou no primeiro capítulo ainda, mas já está sendo suficiente para distrair minha cuca, até porque estou precisando bastante. E estou realizando a minha experiência que fiz quando da última vez que joguei o Shining Force original e o Shining Force II, em 2006: me divertindo no joguinho ouvindo ao fundo músicas de tokusatsu. Fica muito show!

PS: Balbaroy parece nome de jogador de time que disputa a Libertadores!